“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

4 de fev de 2016

ILAN RAMON - Arte Tumular - 1060 - Moshav Nahalal Cemetery Nahalal Hatzafon (Northern District), Israel













Pai e filho, lado a lado




ARTE TUMULAR
Base tumular retangular com cerca de 80 cm. de altura, tendo na cabeceira tumular  um bloco de mármore de formato quadrado com o seu nome e datas gravados.  Do lado direito, emblemas da Força Aérea Israelense e do Onibus espacial Columbia.


Local: Moshav Nahalal Cemetery Nahalal Hatzafon (Northern District), Israel
Foto: Almog
Descrição tumular: Helio Rubiales





PERSONAGEM
Ilan Ramon (20 de junho de 1954, Ramat Gan, Israel – Espaço aéreo dos EUA, 1 de fevereiro de 2003) foi o primeiro astronauta de Israel e morreu junto com outros seis tripulantes a bordo da nave Columbia, que se desintegrou ao reentrar na atmosfera, em fevereiro de 2003.
Morreu aos 48 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Bacharel em eletrônica e engenharia de computadores pela Universidade de Tel Aviv,

Ramon foi um dos melhores pilotos militares de Israel, com experiência em diversos tipos de caças de combate e interceptação, como os Mirage III e os F-16 Falcon - tendo combatido na Guerra do Yom Kippur, com apenas 19 anos (1973) - e participante do esquadrão de caças bombardeiros que destruiu a usina nuclear de Osiraq, no Iraque, em 1981 na chamada Operação Ópera.

Em 1997, então coronel da Força Aérea Israelense, integrou-se à NASA na função de especialista em cargas, e fez seu primeiro voo ao espaço na  missão STS-107 do ônibus espacial Columbia permanecendo 16 dias em órbita.
Foi condecorado postumamente com a Medalha Espacial de Honra do Congresso dos Estados Unidos e é oficialmente reconhecido como Herói Nacional de Israel. O seu filho mais velho, o tenente Asaf Ramon, de 21 anos, morreu em 13 de setembro 2009, durante um voo de treinamento de rotina quando pilotava um caça F-16A, 3 meses depois de graduar na academia de voo da aeronáutica israelense como melhor cadete de sua classe

.MORTE
A nave se desintegrou na reentrada da atmosfera após a missão STS-107, matando toda a tripulação, em 1 de fevereiro de 2003.

Fonte:pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales





Nenhum comentário: