“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”

''REVERTERE AD LOCVM TVVM'

'Retornarás de onde vieste'


ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



TRADUTOR/TRANSLATE

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

31 de dez. de 2020

ARMANDO MANZANERO - Arte Tumular - 1533 - Cremado

 



ARTE TUMULAR
Seu corpo foi cremado e as cinzas entregues à família. 

Armando Manzanero
Informação geral
Nome completoArmando Manzanero Canché
Nascimento7 de dezembro de 1934
Local de nascimentoMéridaYucatán
México
Morte28 de dezembro de 2020 (86 anos)
Local de morteCidade do MéxicoMéxico
Gênero(s)Bolero
Ocupação(ões)cantorcompositor
Instrumento(s)Piano
Período em atividade1950-2020


PERSONAGEM 
Armando Manzanero Canché (Mérida, 7 de dezembro de 1934 – Cidade do México, 28 de dezembro de 2020) foi um cantor e compositor, romântico mexicano. 
Morreu aos 86 anos.

SINÓPSE BIBLIOGRÁFICA
Em 1965, venceu o Festival de la Canción em Miami com a canção "Cuando estoy contigo". Foi agraciado com o Prêmio Grammy de Contribuição em Vida em 2014.



Suas composições são interpretadas por cantores com fama internacional como Frank Sinatra, Tony Bennett, Elvis Presley, Franck Pourcel, Paul Mauriat, Ray Conniff, Manoella Torres, Marco Antonio Muñiz, Edith Márquez, Raphael, Moncho, José José, El Tri, Andrea Bocelli, Andrés Calamaro, Christina Aguilera, Pasión Vega, Eydie Gormé, Roberto Carlos e Luis Miguel. 

MORTE
Manzanero morreu em um hospital da Cidade do México em 28 de dezembro de 2020, aos 86 anos, devido a uma parada cardíaca ocasionada pela COVID-19.

Fonte: pt.wikipedia.org
formatação: Helio Rubiales


PIERRE CARDIN - Arte Tumular - 1532 - Cemitiere de Montmartre, Paris, França

 


ARTE TUMULAR
Aguardando informações e fotos do túmulio

Pierre Cardin
Nascimento2 de julho de 1922
San Biagio di Callalta
Morte29 de dezembro de 2020 (98 anos)
Hospital Americano de Paris
CidadaniaItáliaFrança
Ocupaçãoestilista
PrêmiosComandante da Legião de Honra, Comandante da Ordem Nacional do Mérito, cavaleiro das Artes e das Letras, Ordem da Amizade, Ordem do Mérito, 3ª classe
Página oficial
https://pierrecardin.com/en/https://pierrecardin.com/fr/home/
Assinatura
Pierre Cardin signature.svg

PERSONAGEM
Pierre Cardin, nascido Pietro Constanti Cardin (San Biagio di Callalta, 2 de julho de 1922 – 29 de dezembro de 2020), foi um estilista italiano naturalizado francês. 
Morreu aos 98 anos.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Nascido no pequeno vilarejo de Sant'Andrea di Barbarana, no Vêneto, nordeste da Itália, seus pais, agricultores precipitados na pobreza pela Primeira Guerra Mundial, emigram para a França em 1924. Em 1936, o jovem Pierre começa seu aprendizado aos quatorze anos, com um alfaiate de Saint-Étienne. Depois de uma passagem no ateliê de Manby, em Vichy, ele chega afinal a Paris. Em 1945, após a Segunda Guerra Mundial, transfere-se para Paris, onde estuda arquitetura e trabalha com Madame Paquin. Trabalhou com Elsa Schiaparelli até se tornar chefe do ateliê dos alfaiates de Christian Dior, em 1947. Não foi aceito na casa de moda Balenciaga. 

 Cardin fundou sua própria casa em 1950 e começou com alta costura três anos depois. Ficou conhecido por seu estilo de vanguarda e por seus trabalhos inspirados na "era espacial", com formatos e motivos geométricos, frequentemente ignorando a forma feminina. Cardin investiu também nas roupas unissex, algumas vezes experimentais. Em 1954, introduziu o "vestido bolha". Ao lado de Paco Rabanne e André Courrèges, Cardin formou a "tríplice aliança" do futurismo na moda.

Cardin foi o primeiro costureiro a considerar o Japão como um mercado de alta moda, quando para lá viajou em 1959. No mesmo ano, foi expulso de Chambre Syndicale de la Haute Couture] por lançar uma coleção Prêt-à-porter para a loja de departamentos Printemps, mas logo foi reintegrado. Contudo, em 1966, renunciou ao seu lugar na Chambre Syndicale e passou a exibir suas coleções no seu próprio espaço, o Espace Cardin, (outrora Théâtre des Ambassadeurs) aberto em 1971 na capital francesa. O Espace Cardin também é usado para promover novos talentos artísticos, como conjuntos de teatro, de música, etc. 

Pierre Cardin foi um membro da Chambre Syndicale entre 1953 e 1993.Como muitos designers de moda da atualidade, em 1994, Cardin decidiu mostrar sua coleção apenas para um pequeno círculo de clientes e jornalistas selecionados. 

Atualmente, com oitocentas licenças em 140 países, calcula-se que sua marca gere um movimento de aproximadamente 8 bilhões de € em royalties. 

MORTE
Morreu em 29 de dezembro de 2020, aos 98 anos, não foi especificada a causa da mnorte.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales 

29 de dez. de 2020

NICETTE BRUNO - Arte Tumular - 1531 - Cemitério da Consolação, São Paulo, Brasil




ARTE TUMULAR 

Seu corpo foi cremado no Rio de Janeiro e suas cinzas foram depositadas no túmulo onde se encontra sepultado o seu marido, o ator Paulo Goulart. O tumulo tem  um formato retangular revestido em mármore. disposto em três níveis, dois laterais onde se encontram  os corpos e um nível central que serve como abertura. Na cabeceira tumular uma laje identifica o túmulo.

Local: Cemitério da Consolação. São Paulo, Brasil

Descrição tumular: Helio Rubiales

Nicette Bruno
Nicette Bruno em maio de 2008
Nome completoNicete Xavier Miessa
Pseudônimo(s)Nicette Bruno
Nascimento7 de janeiro de 1933
NiteróiRJBrasil
Morte20 de dezembro de 2020 (87 anos)
Rio de JaneiroRJBrasil
Nacionalidadebrasileira
Estatura1,52m
ProgenitoresMãe: Eleonor Bruno
ParentescoVanessa Goulart (neta)
CônjugePaulo Goulart (c. 1954; v. 2014)
Filho(s)
Ocupação
Período de atividade1945–2020
Prêmios
Prêmio ABCT

1947: Atriz Revelação, por A Filha de Iório
1958: Melhor Atriz, por Pedro Mico

Prêmio Governo do Estado do Rio de Janeiro

1958: Melhor Atriz, por Pedro Mico

Prêmio Molière

1974: Melhor Atriz, por O Efeito dos Raios Gama Sobre as Margaridas do Campo

Troféu APCA

1978: Melhor Atriz, por Éramos Seis
1980: Melhor Atriz, por Como Salvar Meu Casamento
1998: Melhor Atriz, por Somos Irmãs

Prêmio Shell

1998: Melhor Atriz, por Somos Irmãs
2006: Troféu Especial, por realizações teatrais ao longo de mais de duas décadas

Troféu Leão Lobo

2006: Melhor Atriz Coadjuvante, por Alma Gêmea

Troféu Eusélio Oliveira
2011: Conjunto da Obra
Troféu Tropeiro

2015: Destaque Nacional na Dramaturgia

19º Brazilian International Press Awards

2016: Lifetime Achievement Award

Prêmio Cesgranrio de Teatro

2017: Prêmio Especial, por seus setenta anos de carreira

Religiãoespiritismo
Causa da morteCOVID-19
PERSONAGEM
Nicete Xavier Miessa, mais conhecida por seu nome artístico Nicette Bruno (Niterói, 7 de janeiro de 1933 — Rio de Janeiro, 20 de dezembro de 2020), foi uma atriz brasileira. 
Morreu aos 87 anos.

SINOPSE 
Nicette realizou sua estreia profissional em 1945, na peça teatral Romeu e Julieta, baseada na obra literária homônima de William Shakespeare. 

Filha da atriz Eleonor Bruno, Nicette foi casada com o ator Paulo Goulart, com quem ela teve três filhos, os atores Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho. 

Seus trabalhos na televisão incluem Rosa dos Ventos (1973), Éramos Seis (1977), Selva de Pedra (1986), Bebê a Bordo (1988), Rainha da Sucata (1990), Mulheres de Areia (1993), A Próxima Vítima (1995), Sítio do Pica-Pau Amarelo (2001–04), Alma Gêmea (2005), Sete Pecados (2007), A Vida da Gente (2011), e outras obras televisivas, sendo pioneira da televisão brasileira e uma das referências na história da teledramaturgia do país.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Única filha de Sinésio Campos Xavier e da atriz Eleonor Bruno, Nicette começou a carreira artística por influência da própria família, em que praticamente todos os parentes se dedicaram à arte. Quando Nicette tinha apenas quatro anos, declamava e cantava no programa infantil de Alberto Manes, na Rádio Guanabara. Aos cinco anos, começou a estudar piano, no Conservatório Nacional, e a se apresentar como pianista, no mesmo programa, e aos seis, ingressou no balé no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

Quando tinha onze anos, entrou para o grupo de teatro da Associação Cristã de Moços. Depois, passou pelo Teatro Universitário, de Jerusa Camões, e pelo Teatro do Estudante, dirigido por Pascoal Carlos Magno e Maria Jacintha. Aos catorze anos, já era profissional de teatro, contratada pela Companhia Dulcina-Odilon, da atriz Dulcina de Morais.

Em 1952, Nicette conheceu o ator Paulo Goulart, durante a peça Senhorita Minha Mãe, de Louis Verneuil, com quem se casa em 26 de fevereiro de 1954, uma sexta-feira véspera de Carnaval, na Igreja de Santa Cecília, em São Paulo. A cerimônia foi seguida de festa no Teatro Íntimo Nicette Bruno (TINB). Eles tiveram três filhos: Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho – que seguiram a carreira dos pais. Com 56 anos de casamento, tinham sete netos e dois bisnetos. Junto com o marido, a atriz conheceu o kardecismo há mais de quatro décadas, em virtude da morte de um parente seu. A doutrina, que eles transmitiram aos três filhos, os ajudou a superar a perda. Ficou viúva em 2014, quando Paulo Goulart faleceu em decorrência de câncer.

VIDA PROSISSIONAL
Em 1945, atuou como Julieta na peça Romeu e Julieta, de William Shakespeare. Sua estreia oficial aconteceu em 1947, na peça A Filha de Iório, de Gabriel D’Annunzio. Sua atuação lhe valeu a medalha de ouro de Atriz Revelação pela ABCT (Associação Brasileira de Críticos Teatrais). Durante sua adolescência, participou de diversas peças de destaque, como Anjo Negro, de Nelson Rodrigues e O Fantasma de Canterville, baseado em Oscar Wilde. 

Aos dezessete anos, fundou, em São Paulo, o Teatro de Alumínio, na Praça das Bandeiras, edifício sede do Teatro Íntimo Nicette Bruno (TINB), companhia criada em 1953. Paulo e Nicette inauguraram o TINB com a peça Ingênua Até Certo Ponto, de Hugh Herbert, com direção de Armando Couto. Em 1958, atuou na premiada criação de Aparecida, em Pedro Mico, de Antônio Callado. Durante as décadas de 1950 e 1960, integrou praticamente todas as principais companhias de teatro do país.

Em 1959, na TV Continental ganhou um papel da destaque, interpretando a personagem-título no seriado ao vivo Dona Jandira em Busca da Felicidade. Sua primeira telenovela foi Os Fantoches (1967), de Ivani Ribeiro, na TV Excelsior. Nos anos 1960 nas extintas emissoras TV Excelsior e Rede Tupi, atuou em novelas de sucesso na época como A Muralha, O Meu Pé de Laranja Lima, Rosa dos Ventos, Papai Coração, Éramos Seis e Como Salvar Meu Casamento. Depois, ao transferir-se para a Rede Globo encarnou ainda personagens célebres em novelas como Sétimo Sentido, Louco Amor, Selva de Pedra, Bebê a Bordo, Rainha da Sucata, Mulheres de Areia, entre outros sucessos.

Em 1962, Nicette e seu marido, a convite de Cláudio Corrêa e Castro, moraram em Curitiba, trabalhando no Teatro Guaíra, lecionando artes cênicas para o projeto Curso Permanente de Teatro e fazendo parte do Teatro de Comédia do Paraná (TCP), em que produziram diversas montagens, como Um Elefante no Caos, de Millôr Fernandes, A Megera Domada, de Shakespeare e O Santo Milagroso, de Lauro César Muniz.

Sua primeira participação no cinema foi no filme Querida Susana (1947), sob a direção de Alberto Pieralisi. Participou também dos filmes Canto da Saudade (1952), Esquina da Ilusão (1953), A Marcha (1972), Vila Isabel (1998), Zoando na TV (1999), Seja o que Deus Quiser! (2002), A Guerra dos Rocha (2008), A Casa das Horas (2010) e Doidas e Santas (2016), porém sem nunca deixar o teatro.

Em 2001, após ter se afastado por um bom tempo da televisão, encarnou Dona Benta durante quatro anos na segunda versão para a TV do Sítio do Pica-Pau Amarelo, ganhando grande notoriedade com este papel. Em 2005, volta às telenovelas interpretando a divertida e rabugenta sogra Ofélia em Alma Gêmea. Em 2006, faz uma breve, porém significativa participação especial no primeiro capítulo de O Profeta como Tia Cleide. Em 2007, é a vez da humilde e bondosa Dona Juju em Sete Pecados. 

Em 2010, dá vida à personagem Júlia Spina em Ti Ti Ti. No ano seguinte, interpreta Iná, em A Vida da Gente. Em 2012, interpreta a matriarca Dona Leonor em Salve Jorge. Em 2013, Nicette trabalhou na novela Joia Rara, interpretando a personagem Santinha.No mesmo ano, Nicette e a sua filha Beth Goulart foram as apresentadoras da cerimônia de premiação da 25ª edição do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro. Em 2014, a atriz estreou a peça Perdas e Ganhos. O monólogo da escritora Lya Luft, com direção da filha da atriz, Beth Goulart, é uma homenagem ao marido, o ator Paulo Goulart. Em 2015, na novela I Love Paraisópolis, de Alcides Nogueira e Mário Teixeira, Nicette foi Izabelita, uma divertida viúva, acionista majoritária da Pilartex que sofria de Mal de Alzheimer.

Em julho de 2016, Nicette relembrou a personagem Dona Benta da série Sítio do Picapau Amarelo no programa Criança Esperança. Em agosto do mesmo ano, a atriz voltou aos palcos com a peça O Que Terá Acontecido a Baby Jane? ao lado de Eva Wilma. A história é sobre a relação tumultuada entre duas irmãs: Blanche e Jane Hudson. Em 2017, interpreta a bondosa e divertida Elza, tia do protagonista Júlio em Pega Pega, fazendo também uma dupla cômica com Cristina Pereira, sua irmã na trama. 

MORTE
Em 26 de novembro de 2020 foi internada na Casa de Saúde São José, em Humaitá, na Zona Sul do Rio de Janeiro com COVID-19. Morreu na manhã de 20 de dezembro de 2020 no Rio de Janeiro, aos 87 anos, de complicações da doença. A informação da morte foi confirmada pelo hospital Casa de Saúde São José, por volta de 13h20. 

"A Casa de Saúde São José informa que a atriz Nicette Bruno, que estava internada no hospital desde 26 de novembro de 2020, faleceu hoje, às 11h40, devido a complicações decorrentes da COVID-19. O hospital se solidariza com a família neste momento", diz a nota de divulgação do hospital e propalada pelo portal G1.

O corpo da atriz foi velado e cremado em uma cerimônia reservada a familiares e amigos no dia 21 de dezembro, e as cinzas levadas para o cemitério da Consolação, em São Paulo, onde está enterrado seu marido, o ator Paulo Goulart.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

25 de nov. de 2020

DIEGO MARADONA - Arte Tumular - 1530 - Cementerio Jardin de Bella Vista, Partido de San Miguel, Buenos Aires, Argentina

 


Diego Maradona
Diego Maradona
Maradona com o Al Wasl em 2012
Informações pessoais
Nome completoDiego Armando Maradona
Data de nasc.30 de outubro de 1960
Local de nasc.LanúsProvíncia de Buenos AiresArgentina
Nacionalidadeargentino
Falecido em25 de novembro de 2020 (60 anos)
Local da morteTigre,[1] Província de Buenos AiresArgentina
Altura1,65 m
canhoto
ApelidoDieguitoEl Pibe de OroEl Diez,
PelusaBarrilete CósmicoEl DiegoD10S'
Informações profissionais
Período em atividadeComo Jogador: 1976–1997/2001 (22 anos)
Como Treinador: 1994–2020 (26 anos)
PosiçãoTreinador (ex-Meia-atacante)
Clubes de juventude
1969–1976Argentinos Juniors
Clubes profissionais
AnosClubesJogos (golos)
1976–1981
1981–1982
1982–1984
1984–1991
1992–1993
1993–1994
1995–2001
Total
Argentinos Juniors
Boca Juniors
Barcelona
Napoli
Sevilla
Newell's Old Boys
Boca Juniors
166 (149)
40 (35)
58 (38)
259 (199)
29 (14)
(0)
34 (12)
588 (446)
Seleção nacional
1977–1979
1977–1994
Argentina Sub-20
Argentina
24 (13)
91 (34)
Times/Equipas que treinou
1994
1995
2008–2010
2011–2012
2017–2018
2018–2019
2019–2020
Textil Mandiyú
Racing
Argentina
Al Wasl
Al-Fujairah
Dorados de Sinaloa
Gimnasia y Esgrima

PERSONAGEM
Diego Armando Maradona Franco (Lanús, 30 de outubro de 1960 — Tigre, 25 de novembro de 2020) foi um futebolista e treinador argentino que atuava como meia e atacante. Amplamente considerado um dos maiores futebolistas de todos os tempos, liderou a conquista da Copa do Mundo de 1986, marcando, na semifinal, o Gol do Século.
Morreu aos 60 anos

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Amplamente considerado um dos maiores, mais famosos e mais polêmicos jogadores do século XX, diversas personalidades e organizações reconhecem ele como um dos melhores jogadores da história do futebol e dos mundiais. Reunia inteligência, vontade e talento, com dribles, habilidade para mudar drasticamente sua velocidade e dar giros surpreendentes. Enquanto jogador, Maradona foi reverenciado como uma divindade em seu país natal, sendo criada inclusive uma igreja dedicada a ele.

Seu maior momento foi na Copa do Mundo de 1986, que na opinião popular foi ganha inteiramente por El Pibe de Oro, outra de suas muitas alcunhas. 

Internacionalmente, Maradona também consagrou-se como herói da equipe italiana do Napoli, um clube que, embora tradicional, estava entre os pequenos do país. Com El Diez, o Napoli viveu momentos de glória no final da década de 1980, ganhando seus dois únicos títulos no campeonato italiano e lutando de igual para igual com as maiores equipes do país. 

A carreira de Maradona, porém, foi cercada de controvérsias, que não se limitaram aos gramados. As maiores delas foram relacionadas ao seu envolvimento com drogas, um vício que acabou por arruiná-lo nos gramados e que por algum tempo o deformou fisicamente. 

Teve também dois filhos fora do casamento que não reconheceu como seus. E rotineiramente faz declarações contra os bastidores da FIFA, principalmente aos dirigentes João Havelange, Sepp Blatter, Michel Platini, Franz Beckenbauer, além de Pelé, e também tem um histórico de atritos com imprensas, incluindo a de seu próprio país. 

VIDA PESSOAL 
Maradona foi casado durante vários anos com Cláudia Villafañe, de quem se divorciou de forma litigiosa. As duas filhas do casal, Dalma e Gianinna, ficaram do lado da mãe e não aceitaram o novo relacionamento do pai. Maradona teve mais três filhos, Diego Sinagra fruto de um caso extra-conjugal quando Maradona jogava em Itália; Jana, de um outro relacionamento fora do casamento na década de 1990; e Dieguito Fernando nascido em 2013 filho de Verónica Ojeda. 

MORTE 
Em 3 de novembro de 2020, foi operado com sucesso a um hematoma subdural. Morreu em 25 de novembro de 2020, aos 60 anos, em sua casa, vítima de uma parada cardiorrespiratória.

    Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

31 de out. de 2020

SEAN CONNERY - Arte Tumular - 1529 -

 


Sean Connery
Sean Connery em 2008 no Edinburgh International Film Festival
Nome completoThomas Sean Connery
Nascimento25 de agosto de 1930
Morte31 de outubro de 2020 (90 anos)
Cônjuge
Filho(s)Jason Connery
OcupaçãoAtor
Período de atividade1954–2003; 2012
Assinatura
Signature of Sean Connery.svg
Página oficial
seanconnery.com
PRTSONAGEM
Thomas Sean Connery Kt. (Edimburgo, 25 de agosto de 1930 — Bahamas, 31 de outubro de 2020) foi um ator escocês. É famoso desde a década de 1960 pelo papel no cinema do agente secreto do MI6 britânico, James Bond, criado pelo escritor Ian Fleming. 
Morreu aos 90 anos

SINOPSE ARTÍSTICA
Nos mais de sessenta anos de estrelato, Connery construiu uma sólida carreira cinematográfica após deixar o personagem de 007 em 1971, estrelando filmes importantes e populares nos anos seguintes como The Man Who Would Be King (br: O Homem que Queria Ser Rei), Der Name der Rose (br: O Nome da Rosa), Indiana Jones and the Last Crusade (Indiana Jones e a Última Cruzada), The Untouchables (Os Intocáveis) e The Hunt for Red October (br: Caçada ao Outubro Vermelho), entre outros. 

SAGRADO SIR
Por sua contribuição às artes cinematográficas e ao Império Britânico, foi sagrado Sir pela rainha Elizabeth II em 2000, apesar de ao longo de toda a vida ter lutado pela causa da Independência da Escócia (Scotland) do Reino Unido.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Filho de pai católico e mãe protestante, Connery começou a vida como leiteiro em sua terra natal e até ter sua primeira oportunidade na vida artística, num musical chamado South Pacific, serviu na Marinha Real, foi motorista de caminhão e modelo vivo para artistas do Colégio de Artes de Edimburgo. Nesta época ele foi terceiro colocado no concurso de Mister Universo de onde, através da insistência de um amigo, saiu para fazer os testes para a peça, que acabou lhe abrindo o caminho para o trabalho de ator nos palcos, na televisão e nas telas de cinema. 

Após trabalhos menores no cinema e na televisão inglesa, entre o fim dos anos 50 e começo dos 60, Connery chegou à fama internacional na pele do agente James Bond no filme 007 Contra o Satânico Dr. No em 1962, que inauguraria a mais bem sucedida e longeva série cinematográfica, que em 2012 completou 50 anos, e da qual Connery fez seis filmes oficiais, marcando o personagem de maneira definitiva. 

Em 1971, depois de Diamonds are forever (007 Os Diamantes são Eternos), Connery deixou o personagem (por apenas doze anos, já que voltaria a ele em 1983, no filme Never Say Never Again (007 Nunca Diga Nunca Outra Vez), uma refilmagem de 007 Contra a Chantagem Atômica, feita numa produção de menor qualidade e com um Connery já envelhecido e que se revelou um fracasso de crítica e de bilheteria) para investir numa carreira mais diversificada. 

A partir do sucesso de O Homem que Queria Ser Rei em 1975, dirigido por John Huston e co-estrelado por seu amigo Michael Caine, sua carreira entrou em ascensão em qualidade e diversidade, fazendo com que Connery se tornasse o único de todos os atores que interpretaram o papel de espião favorito de Sua Majestade a conseguir isso. Nas décadas seguintes, Sean estrelaria sucessos como Highlander, Robin e Marian, O Nome da Rosa, Indiana Jones e a Última Cruzada, Armadilha, A Rocha, Caçada ao Outubro Vermelho, e coroaria a carreira com o Oscar de melhor ator coadjuvante por sua atuação em Os Intocáveis, com Kevin Costner e Robert de Niro, em 1987, numa cerimônia em que foi aplaudido de pé ao por todos presentes no Dorothy Chandler Pavillion, local da festa de entrega dos prêmios da Academia na época. 

Nos últimos anos, após o fracasso comercial e de crítica de seu último filme, The League of Extraordinary Gentlemen (A Liga Extraordinária) Connery manteve-se afastado do cinema, em parte por sua decepção com o sistema de Hollywood, bem como por sua alegada declaração de que se concentra em escrever um livro sobre sua vida. 

VIDA PESSOAL
Sean Connery foi casado por onze anos (entre 1962 e 1973) com a atriz australiana Diane Cilento, com quem teve um filho, Jason Joseph, nascido em janeiro de 1963. Foi um relacionamento conturbado e amargo que levou a atriz a escrever uma autobiografia retratando Connery como um péssimo marido. Desde 1975 ele estava casado com a artista franco -tunisiana Michelline Roquebrune Connery. Até sua morte, vivia com a mulher em Nassau, nas Bahamas. 

Connery foi um dos maiores apoiadores e colaboradores financeiros do Partido Nacional Escocês, que luta pela independência da Escócia. Metade do seu cachê em 007 Os Diamantes São Eternos (na época, 1971, o maior já pago a qualquer ator de cinema, para que ele voltasse ao papel de Bond) foi doado ao partido e para ajuda a crianças carentes da Escócia. A Escócia tem hoje um parlamento próprio e Connery acreditava que ela se tornaria independente da Grã-Bretanha ainda durante sua vida. Seu apoio ostensivo a esta causa fez com que sua sagração a Cavalheiro do Reino Unido da Grã-Bretanha, que lhe deu o título de Sir, fosse adiada por muitos anos. 

Após receber a Legião de Honra do governo francês em 1991, ele foi finalmente agraciado com o título de Sir pela Rainha Elizabeth II, em 5 de julho de 2000, numa cerimônia que, a seu pedido, foi realizada na Escócia e à qual compareceu vestido com um traje típico escocês, um kilt de caça do clã MacLean. 

Contudo, seu patriotismo pela Escócia foi bastante questionado por opositores políticos na Grã-Bretanha, já que Connery se mudou de lá para fugir das pesadas taxas de imposto de renda do país. 

Connery passou por duas importantes cirurgias: em 1993, foi obrigado a se submeter à radioterapia para eliminar nódulos na garganta e, em 2003, operou os dois olhos de catarata. 

MORTE
O ator morreu em 31 de outubro de 2020, aos 90 anos, nas Bahamas.[5] Segundo a BBC, a informação foi confirmada pela família do ator.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

5 de set. de 2020

CHADWICK BOSEMAN - Arte Tumular - 1527 - Cremado





Vídeo: Ester Pereira: 


Chadwick Boseman
Boseman em 2017
Nome completoChadwick Aaron Boseman
Outros nomesChad Boseman
Nascimento29 de novembro de 1977[nota 1]
AndersonCarolina do Sul
Estados Unidos
NacionalidadeEstadunidense
Morte28 de agosto de 2020 (43 anos)
Los AngelesCalifórnia
Estados Unidos
OcupaçãoAtordiretor e roteirista
Atividade2003–2020
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Elenco em Cinema
2019 – Black Panther
PERSONAGEM
Chadwick Aaron Boseman (Anderson, 29 de novembro de 1977— Los Angeles, 28 de agosto de 2020) foi um ator, diretor e roteirista norte-americano . 
Morreu aos 42 anos

SINOPSE
Ele era mais conhecido por seus retratos de figuras históricas da vida real, como Jackie Robinson em 42 (2013), James Brown em Get on Up - A História de James Brown (2014) e Thurgood Marshall em Marshall (2017), e por seu retrato como o super-herói Pantera Negra nos filmes do Universo Cinematográfico Marvel, principalmente em Black Panther (2018), Capitão América: Guerra Civil (2016), Avengers: Infinity War (2018) e Avengers: Endgame (2019). Ele também estrelou filmes como 21 Bridges (2019) e Da 5 Bloods (2020). 

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Boseman nasceu e fora criado em Anderson, Carolina do Sul, filho de Carolyn e Leroy Boseman, ambos afro-americanos. Sua mãe era uma enfermeira e seu pai trabalhava em uma fábrica de têxteis, mantendo um negócio de estofados também. Boseman se formou em T. L. Hanna High School em 1995.[6] Em seu primeiro ano, ele escreveu sua primeira peça, Crossroads, e encenou na escola depois que um colega de classe foi baleado e morto. Ele estudou na Universidade Howard em Washington, D.C., formando-se em 2000 com um bacharel em artes plásticas na direção. Um de seus professores foi Phylicia Rashad, que se tornou sua mentora. Ela ajudou a arrecadar fundos para que Boseman e alguns colegas de classe pudessem participar do Oxford Mid-Summer Programa da British American Drama Academy em Londres, ao qual eles foram aceitos. 

Boseman queria escrever e dirigir, e inicialmente começou a estudar a atuação para aprender a se relacionar com atores. Depois que ele voltou para os EUA se formou na Academia Digital de Cinema de Nova York (British American Dramatic Academy). Ele morava no Brooklyn no início de sua carreira. Boseman trabalhou como instrutor de drama no Schomburg Junior Scholars Program, alojado no Centro Schomburg de Pesquisa em Cultura Negra em Harlem, Nova York. Em 2008, mudou-se para Los Angeles para prosseguir uma carreira de ator. Carreira 

CARREIRA
Boseman obteve seu primeiro papel de televisão em 2003, em um episódio de Third Watch. Seu trabalho inicial incluiu episódios da série Law & Order, CSI: NY e ER. Ele também continuou a escrever peças, com seu roteiro para Deep Azure realizado na Congo Square Theatre Company em Chicago, Illinois; foi nomeado para o Prêmio Joseph Jefferson de 2006 para novos trabalhos. Em 2008, desempenhou um papel recorrente na série de televisão Lincoln Heights e apareceu em seu primeiro longa-metragem, The Express. Ele conseguiu um papel regular em 2010 em outra série de televisão, Persons Unknown. 

Boseman desempenhou seu primeiro papel principal no 2013 filme 42, em que ele retratou o pioneiro do basebol e estrela Jackie Robinson. Ele estava dirigindo uma peça off-Broadway em East Village quando ele fez uma audição para o papel. Ele considerou desistir de atuar e prosseguir sedo um diretor em tempo integral na época. Cerca de 25 outros atores haviam sido seriamente considerados para o papel, mas o diretor Brian Helgeland gostou da bravura de Boseman e lançou-o depois que ele fez a audição duas vezes. Em 2013, Boseman também estrelou o filme indie The Kill Hole, que foi lançado nos cinemas algumas semanas antes de 42.

Em 2014, Boseman apareceu junto a Kevin Costner em Draft Day, no qual ele jogou uma perspectiva preliminar da NFL. Mais tarde naquele ano, ele estrelou como James Brown em Get on Up. Em 2016, ele estrelou como Tot, uma divindade da mitologia egípcia, em Deuses do Egito. 

VIDA PESSOAL
Boseman foi criado cristão. Ele foi batizado e fazia parte de um coro da igreja e grupo juvenil. Seu ex-pastor disse que ele ainda mantinha sua fé. Boseman afirmou que ele rezou para ser o Pantera Negra antes de ser confirmado como a personagem no Universo Cinematográfico Marvel. 

Em outubro de 2019, Boseman se casou em segredo com a cantora Taylor Simone Ledward. Os dois já vinham se relacionando desde 2015.

MORTE
Chadwick Boseman morreu no dia 28 de agosto de 2020 em sua casa na região de Los Angeles devido a complicações relacionadas a um câncer colorretal. Ele lutava contra o câncer desde 2016 e, desse ano para cá, o câncer evoluiu para o estágio 4. A morte foi confirmada pela família do ator. O falecimento de Boseman pegou seus fãs de surpresa, uma vez que o ator jamais revelou que estava doente, embora já houvessem suspeitas anteriores sobre o seu estado de saúde.

Fonte; pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

27 de ago. de 2020

ROBERT MITCHUM - Arte Tumular - 1526 - Cemitério de Odd Fellows Camden , Condado de Kent , Delaware , EUA

 




ARTE TUMULAR

Placa de mármore claro em formato retangular com o seu nome e datas gravados em relevo. Na verdade o seu corpo foi cremado e  suas cinzas espalhadas no mar; dessa forma o túmulo é apenas um cenotáfio, um monumento fúnebre de alguém cujo corpo não jaz ali sepultado. 

Local: Cemitério de Odd Fellows Camden , Condado de Kent , Delaware , EUA 
Mostrar mapa 
Foto: Findagrave
Descrição tumular: Helio Rubiales

Robert Mitchum
Mitchum em julho de 1949
Nome completoRobert Charles Durman Mitchum
Nascimento6 de agosto de 1917
BridgeportConnecticut
Morte1 de julho de 1997 (79 anos)
Santa BárbaraCalifórnia
Nacionalidadenorte-americano
Parentesco
  • Julie Mitchum (irmã)
  • John Mitchum (irmão)
  • Bentley Mitchum (neto)
CônjugeDorothy Spence (c. 1940; v. 1997)
Filho(s)
Ocupação
Período de atividade1942–1995
Causa da mortecâncer pulmonar e enfisema
Assinatura
Robert Mitchum signature.png

PERSONAGEM
Robert Charles Durman Mitchum (Bridgeport, 6 de agosto de 1917 — Santa Bárbara, 1 de julho de 1997) foi um ator, diretor, autor, poeta, compositor e cantor estadunidense. É considerado pelos críticos como um dos melhores atores da época dourada de Hollywood, amplamente lembrado por seus papéis em várias obras importantes do estilo de filme noir, e é considerado um precursor do anti-heróis no cinema predominante durante os anos 1950 e 1960. 
Morreu aos 79 anos.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Mitchum nasceu em Bridgeport, Connecticut. Sua mãe, Ann Harriet, era um imigrante norueguesa filha de um capitão do mar, e seu pai, James Thomas Mitchum, foi um estaleiro e operário de estrada de ferro. Seu pai morreu quando ele tinha menos de dois anos de idade e sua mãe logo se casou novamente. 

Mitchum durante toda a infância, era conhecido como um brincalhão, muitas vezes envolvido em brigas e travessuras. Quando tinha 12 anos, sua mãe enviou-o para morar com seus avós em Felton, onde foi prontamente expulso da escola por discutir com um diretor. Um ano depois, em 1930, ele foi morar com sua irmã mais velha, em Nova York. Depois de ser expulso novamente da escola, ele deixou a irmã e viajou por todo o país, em vagões de trem, tendo trabalhado em diversos empregos, incluindo de pugilista profissional. 

Aos 14 anos em Savannah, Geórgia, ele foi preso por vadiagem. Por conta própria, escapou e voltou para sua família em Delaware. Foi durante esse tempo, enquanto se recuperava de ferimentos que quase o fez perder uma perna, que conheceu a mulher com a qual iria se casar, a adolescente Dorothy Spence. Logo ele voltou para a estrada. 

Em 1936, voltou para a casa da sua irmã Julie. Logo o resto da família se juntou a eles em Long Beach. Sua irmã foi quem o convenceu a participar do teatro local com ela. Ali participou de algumas peças e também escreveu algumas. Em 1940 casou-se com Dorothy, logo nasceu o primeiro filho do casal, o que fez com que Robert arrumasse um emprego estável como operador de máquinas. 

Mitchum acabou por ter um colapso nervoso, que causou até uma cegueira temporária, devido ao estresse do trabalho. Por causa desse problema, ele ficou livre para procurar emprego como ator ou figurante em filmes. Ele então, conheceu um agente que lhe arrumou uma entrevista com o produtor da série de filmes western Hopalong Cassidy, foi então contratado para ser o vilão em alguns filmes de 1942 e 1943. A partir dai sua carreia decolou. 

MORTE
Fumante inveterado por toda a vida, Mitchum morreu em 1º de julho de 1997, em Santa Bárbara, Califórnia , devido a complicações de câncer de pulmão e enfisema .  Ele estava a cerca de cinco semanas do seu 80º aniversário. Seu corpo foi cremado e suas cinzas espalhadas no mar, embora haja um marcador de tumulo no Cemitério Odd Fellows em Delaware. Ele deixou sua esposa de 57 anos, Dorothy Mitchum (2 de maio de 1919 - 12 de abril de 2014, Santa Bárbara, Califórnia , 94 anos); seus filhos, os atores James Mitchum e Christopher Mitchum ; e sua filha, a escritora Petrine Day Mitchum. Seus netos, Bentley Mitchume Carrie Mitchum, são atores, assim como seu irmão mais novo, John , que morreu em 2001. Outro neto, Kian, é uma modelo de sucesso. 

Fonte: en.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

13 de ago. de 2020

RICHARD HARRISON - Arte Tumular - 1525 - Palm Memorial Park Noroeste Las Vegas , Condado de Clark , Nevada , EUA

 



ARTE TUMULAR
Área tumular em formato quadrado, fechado em todo o seu perímetro por uma parede com cerca de 80 cm. de altura, tendo como acesso um portão em bronze. No interior em formato retangular uma lápide em mármore escruros com o nome da família gravado em dourado. Logo que se entra, do lado esquerdo um tampo de mármore encerra o seu corpo, no gramado.

Local: Palm Memorial Park Noroeste Las Vegas , Condado de Clark , Nevada , EUA 
           Vida Eterna 1 (7931) PG 15, Espaço 2 
Fotos: Findagrave
Descrição tumular: Helio Rubiales


Richard Benjamin Harrison
Pawn Stars "Old Man" .png
Nascermos
Richard Benjamin Harrison Jr.

4 de março de 1941
Morreu25 de junho de 2018 (com 77 anos)
Las Vegas , Nevada, EUA
Outros nomesO Velho (apelido)
O Avaliador
Benny [1]
Ocupação
Personalidade da televisão do empresário Reality
Anos ativos1988–2018
Esposo (s)
Joanne Rhue
 
(
m.  1960)
Crianças4, incluindo Rick Harrison [2] [ página necessária ]
Local na rede Internetgspawn .com
PERSONAGEM 
Richard Benjamin Harrison Jr. (4 de março de 1941 - 25 de junho de 2018), também conhecido pelos apelidos de The Old Man e The Appraiser , era um empresário americano e personalidade de reality show , mais conhecido como co-proprietário do World Famous Gold & Silver Pawn Shop, apresentada na série Pawn Stars do History Channel . 
Harrison era o coproprietário da loja de penhores com seu filho Rick Harrison . Eles abriram a loja juntos em 1989. Harrison era geralmente referido por seu apelido, "The Old Man",  que ganhou aos 38 anos. 
Morreu aos 77 anos.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Harrison serviu na Marinha dos EUA por 20 anos e em abril de 1981, com apenas 5.000 dólares, abriu uma loja de penhores em Las Vegas, a World Famous Gold & Silver. Era o patriarca da família que comandava a loja.[1] J

JUVENTUDE 
Richard Benjamin Harrison Jr.  nasceu em Danville, Virginia , em 4 de março de 1941,  e era descendente de irlandeses.  O neto de Harrison, Corey, mencionou que sua avó disse que eles são parentes dos presidentes William Henry Harrison e Benjamin Harrison . Harrison indicou que não deu muito crédito a essa ideia. 

Quando Harrison tinha um ano de idade, sua família mudou-se para Lexington, Carolina do Norte , onde morava na Avenida Peacock 115, perto da South Main Street. Harrison frequentou a Lexington High School , mas saiu durante seu primeiro ano . [14] A família de Harrison era pobre e, para ganhar dinheiro, Harrison dirigia um ônibus escolar quando tinha 14 anos, estacionava o ônibus em sua casa todas as noites e levantava-se cedo para pegar os alunos, pelo que era pago cinco ou seis dólares por semana. 

CASAMENTO E MARINHA 
Quando tinha 17 anos, Harrison foi a um baile no celeiro, onde conheceu sua futura esposa, Joanne Rhue, filha de Joseph Rhue,  um juiz do condado, que mais tarde se tornou um dos principais advogados da Philip Morris na Carolina do Norte.  Eles se casaram em 1960. Antes de se casar, no entanto, Harrison roubou um carro e, depois de ser preso, o juiz deu a escolha de ir para a prisão ou para o exército. Harrison escolheu o último.  Joanne ficou grávida de seu primeiro filho imediatamente após o casamento, e Sherry, seu primeiro filho, nasceu com síndrome de Down . Eles também tiveram três filhos, Joseph, Ricke Chris. Harrison deixou a Marinha em fevereiro de 1962, mas se realistou catorze meses depois, a fim de obter os benefícios de saúde necessários para cobrir as despesas médicas de Sherry. Ela morreu quando tinha seis anos. 

Harrison serviu na Marinha dos Estados Unidos por 20 anos,  incluindo passagens como tesoureiro e alcançando o posto de suboficial de primeira classe . Harrison serviu em quatro navios, incluindo seus últimos cinco anos na frota do rebocador ATF 100 USS Chowanoc , de 1972 a 1976. 

Em 1967, Harrison foi transferido pela Marinha para San Diego , Califórnia . Ele continuou a servir na Marinha, enquanto Joanne obteve sua licença imobiliária em 1970 e abriu seu próprio escritório em 1973. Depois que Harrison foi dispensado da Marinha, ele trabalhou em meio período no escritório de sua esposa. A queda nas vendas de imóveis causada por taxas de juros de até 18% custou a Harrison $ 1.000.000 e o colapso deste negócio em 1981. 

CARREIRA E NEGOCIO
Em abril de 1981, Harrison e sua esposa, tendo apenas US $ 5.000 restantes, se mudaram com seus três filhos para Las Vegas, Nevada , onde Harrison e seu filho Rick abriram Gold & Silver Coin Shop em uma loja de 300 pés quadrados em 1501 Las Vegas Boulevard. Em 1986, ele mudou a empresa para um prédio maior na 413 Fremont Street. Em 1987, ele obteve uma licença para comprar e vender produtos em segunda mão . O contrato de arrendamento da empresa expirou em 1988.

Em 1989, Rick abriu o que se tornaria a mundialmente famosa Gold & Silver Pawn Shop no 713 Las Vegas Boulevard South, localizado a menos de três quilômetros da Las Vegas Strip . O item mais comum trazido para a loja são joias .  Em julho de 2011, a loja tinha 12.000 itens em seu estoque,  5.000 dos quais são normalmente mantidos em peão.  Mesmo quando ausente do programa, de acordo com um episódio de Pawn Stars , Harrison geralmente era o primeiro a chegar à loja pela manhã,  e em 2010, não tinha doença desde 1994. 

De 19 de julho de 2009 até sua morte, Harrison e seu filho Rick , juntamente com seu neto Richard Corey "Big Hoss" Harrison  e amigo de infância de Corey e empregado Austin Russell ( "Chumlee"), estrelou o reality programa Pawn Estrelas no History Channel. Harrison foi retratado como falando pouco e facilmente se irritando. Chumlee afirmou que está velho e mal-humorado,  enquanto o próprio Harrison indica: "Meu papel no programa é ser um velho mal-humorado."  Dentro de dez semanas de sua estréia, Pawn Stars foi o programa com maior audiência no History Channel, e segundo programa de reality show com maior audiência, atrás de Jersey Shore .  No mesmo período, o número médio de clientes na Gold & Silver Pawn Shop aumentou de 70 para 700 por dia.  Em fevereiro de 2012, entre 3.000 e 5.000 pessoas visitavam a loja a cada dia. 

VIDA PESSOAL
Harrison era particularmente apaixonado por automóveis .  Os carros que ele possuía ou manifestou interesse na série de televisão incluem sua Coroa Imperial de 1966 , que levou quinze anos para convencer o proprietário anterior a vender,  e foi posteriormente restaurado por seu filho e neto por seu 50º aniversário de casamento;  um sedã Chevy 150 1957 dado a ele pelas estrelas de três outros programas do History Channel, American Restoration , Counting Cars e American Pickers ;  e o carro elétrico B&Z Electra-King de meados da década de 1960 mostrado a eles em Pawn Stars, que ele sugeriu que poderia ser convertido em um carrinho de golfe. 

PRÊMIOS E HONRARIAS
Em Março de 2010, Harrison, juntamente a seu filho, seu neto e Austin "Chumlee" Russell foram agraciados com a chave da cidade de Las Vegas, pelo prefeito Oscar Goodman.

Harrison e os outros protagonistas do reality Trato Feito foram convidados de honra da histórica 300ª corrida NASCAR, realizada no Charlotte Motor Speedway em 26 de Maio de 2012.

Em 29 de Maio de 2012, Harrison foi agraciado com a chave da cidade de Lexington, onde morava, pelo então prefeito da cidade, Clark Newell. No ato da cerimônia de entrega, foi estabelecido também que a data seria oficializada como "Richard Harrison's Day".

Em 17 de Julho de 2012, the Clark County Commission declarou que aquela data seria oficializada como "Pawn Stars/Gold & Silver Pawn Day". No dia da cerimônia, Harrison doou 1000 dólares ao Clark County Museum, e emprestou a cadeira do Senado dos EUA usada pelo senador Patrick McCarran (vendida ao Gold and Silver no episódio "Take a Seat" do "Trato Feito") para o museu como parte de uma exposição sobre o senador McCarran. 

Em 2012, seu filho, Rick Harrison, apareceu na lista das cem personalidades do ano da revista Time.

MORTE
Harrison morreu em 25 de junho de 2018, após uma batalha contra o mal de Parkinson .  Harrison deixou a esposa Joanne, três filhos, 10 netos e cinco bisnetos.  Harrison colocou seu filho Rick como responsável por sua propriedade. Christopher Keith Harrison, o mais jovem dos três filhos de Harrison, foi intencionalmente omitido como beneficiário no testamento de seu pai.  Após sua morte, Pawn Stars publicou um episódio comemorativo, " A Treasure Remembered ", com clipes do programa e entrevistas sobre ele.  

Fonte: en.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales