“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

11 de jul de 2015

CHRISTOPHER LEE - Arte Tumular - 1003 -






PERSONAGEM
Christopher Frank Carandini Lee, Kt., CBE, CStJ (Londres, 27 de maio de 1922 — 07 de junho de 2015) foi um ator britânico nascido na Inglaterra conhecido por sua versatilidade e longevidade cinematográfica, além de um notório cantor.
Morreu aos 93 anos de idade.

BIOGRAFIA
 Lee ficou conhecido mundialmente interpretando o Conde Drácula, personagem que encarnou por diversas vezes pelos estúdios da britânica Hammer Film Productions.



Atuou também na trilogia O Senhor dos Anéis, interpretando o personagem Saruman, além de ter narrado vários álbuns da banda Rhapsody of Fire.



Era ligado a PETA, entidade que luta pelos direitos dos animais. Também atuou como Conde Dookan em Star Wars episódios II e III. Em 2009, ganhou o título de Cavaleiro Real. Christopher Lee também foi voluntário em apoio ao exército Finlandês durante a Guerra de Inverno contra a União Soviética, entre os anos 1939 e 1940.

MORTE
O ator Christopher Lee morreu em 7 de junho de 2015, aos 93 anos no hospital Chelsea e Westminster, em Londres, onde estava internado na sequência de problemas respiratórios.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: