“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

6 de out de 2013

ARMANDO SALLES DE OLIVEIRA - Arte Tumular - 877 - Cemitério da Consolação, São Paulo, Brasil





ARTE TUMULAR
Base tumular em mármore erguendo uma magnifica escultura abstrata em mármore de carrara
representando as duas palmas das mãos como se fizesse uma prece. Na base, na parte inferior está gravado em baixo relevo o nome e homenagens do engenheiro.
Nesse trabalho, "Prece", com volumes abstratos, é o único nesse estilo encontrado nos cemitérios de São Paulo. Comprometido com uma linguagem mais contemporânea, representava a simplificação dos elementos descritivos em proveito de volumes fortes.
Título da obra:  Prece de 1970.
Autor:: Bruno Giorgi (*Mococa,SPaulo 1905- + Rio de Janeiro 1993).
Local:: Cemitério da Consolação, São Paulo, Brasil 
               Quadra 17, Terreno 9.
Descrição tumular: Helio Rubiales


PERSONAGEM
Armando de Salles Oliveira (São Paulo, 24 de dezembro de 1887 — São Paulo, 17 de maio de 1945) foi um engenheiro e político brasileiro.
Morreu aos 58 anos de idade.
BIOGRAFIA
Graduado pela Escola Politécnica de São Paulo, interventor federal em São Paulo entre 21 de agosto de 1933 a 11 de abril de 1935 e governador (eleito pela Assembléia Constituinte) de 11 de abril de 1935 a 29 de dezembro de 1936.
Em 1937, concorreria ao cargo de Presidente da República, mas foi impedido pelo golpe dado por Getúlio Vargas, que implantou no Brasil o Estado Novo, tendo por modelo os regimes totalitários então em voga.
O nome de Salles Oliveira está associado à criação da Universidade de São Paulo em 1934, cuja criação seu cunhado Júlio de Mesquita Filho, diretor de O Estado de S. Paulo defendera por anos.
O campus da USP na capital paulista e o "Centro Acadêmico" do campus da USP de São Carlos receberam seu nome.
Fonte|:pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales

Nenhum comentário: