“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

3 de abr de 2010

LUCKY LUCIANO - Arte Tumular - 375 - Saint John Cemetery,Middle Village,Queens County,New York, USA




Capela

Interior da Capela

Cemitério

ARTE TUMULAR
Mausoléu em mármore em formato e estilo de templo romano. Três de graus dão acesso ao portal suportado por duas colunas, que por sua vez suportam o frontão romano com o nome da familia esculpido em relevo. Uma porta de bronze decorada, ladeada por relevos em todo o perimetro da porta dá acesso ao interior do mausoléu. Dentro, uma placa em mármore identifica o túmulo, com o seu nome e datas. Na parte frontal um altar suportado por duas colunas em mámore branco e negro, com imagens de um lado a virgem e do outro Cristo. No centro um Cristo crucificado em bronze num pedestal, ladeados por candelabros com velas.
LOCAL: Saint John Cemetery Luck Luciano,Middle Village,Queens County,New York, USA
Fotos: Jack e Erik Lander
Descrição Tumular:HRubiales

PERSONAGEM
Charles "Lucky" Luciano, nascido Salvatore Lucania (Sicília, 24 de novembro de 1897 — Nápoles, 26 de janeiro de 1962) foi um mafioso ítalo-americano.
"Lucky" Luciano foi o fundador do sindicato nacional do crime nos anos 30. Sua família instalou-se no East Side de Nova Iorque em 1906, onde foi preso pela primeira vez em 1907.
Morreu aos 65 anos de idade.

BIOGRAFIA
Em 1915, Luciano era membro da Gangue dos Cinco Pontos (Five Points Gang), onde ele foi instruído por John Torrio, e tornou-se amigo de Al Capone e, mais tarde, de outros famosos assassinos.

Começou seu próprio negócio de prostituição em 1920 e, em 1925, teve vasto controle sobre a prostituição em Manhattan, onde ele na verdade começou a pegar casas de prostituição para seus negócios. Em 1928 isso tinha tornado Charles "Lucky" Luciano um milionário.

Em 1929, Luciano foi espancado por 5 homens, e ficou gravemente ferido, sobreviveu e então ganhou o apelido de "Lucky"(Sortudo). A polícia chegou a perguntar a ele quem tinham sido os autores, mas ele não identificou quem o tinha atacado, cumprindo com a omertà.

Próximo do fim dos anos 20, Luciano estava pronto para escrever suas idéias a respeito do sindicato nacional do crime.

Em 1931, a guerra entre Salvatore "Little Caesar" Maranzano e Giuseppe "Joe the Boss" Masseria pelo controle do submundo, Nova Iorque enchia de corpos as ruas de Manhattan e do Brooklyn. Luciano estava cansado disso, sabia que a guerra era ruim para os negócios e decidiu acabar com ela, assassinando Masseria, e seu chefe, Maranzano. Com dois golpes astutos, assassinaram Joe Masseria enquanto almoçava em um restaurante. E Salvatore Maranzano, foi assassinado em seu escritório em Manhattan. Com esses assassinatos, a guerra acabou. Luciano era considerado o Capo di tutti capi (Chefe de todos os chefes), o "número um" do sindicado que tinha criado.

As gangues remanescentes foram organizadas em cinco famílias:
 Família Gambino, chefiada por John Gotti;
 Família Lucchese, chefiada pelos Três Tommy's
 Família Colombo;
 Família Bonanno, chefiada por Joseph "Joe Bananas" Bonanno;
 Família Genovese, a família que Charles "Lucky" Luciano comandava.

Em 1935, Thomas E. Dewey tinha reunido provas suficientes para prender Luciano. Somavam noventa as provas, entre extorsão e prostituição. Ele pegou de 30 a 50 anos de prisão, mas haviam rumores que as Forças Aliadas na Segunda Guerra Mundial precisavam de ajuda para a invasão da Sicília. Eles contataram Luciano e ofereceram a ele uma proposta. Se ele não mantivesse contato com seus amigos mafiosos na Sicília, ele poderia ser solto sobre a condição que fosse deportado para a Itália. Luciano aceitou essa proposta, e morou em Roma por um ano. Ele logo ficou insatisfeito com esse modo de vida, e sua opção estava entre voltar para os EUA ou arranjar uma reunião com Lansky, Siegel, e outros chefes em Cuba. As autoridades americanas souberam da presença de Luciano na Conferência de Havana, e foi forçado a voltar para a Itália.

MORTE
Ele começou a escrever memórias, sonhava com um filme sobre a sua vida. Em janeiro de 1962 ele foi para o aeroporto de Nápoles reunir-se com um produtor de cinema americano, no qual estava interessado. Enquanto caminhava até o produtor, preparando para dar as mãos, ele agarrou seu tórax e caiu. Morreu em função de um ataque de coração.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa:HRubiales

Nenhum comentário: