“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

29 de dez de 2008

PAUL CÉZANNE -71- Arte Tumular - Cimetière de Saint Pierre,Aix-en-Provence, França








ARTE TUMULAR
Base tumular de granito em formato retangular, representando um sarcófago, tendo na cabeceira tumular, sobre um pedestal, uma cruz latina com uma cruz cristã.
LOCAL: Cimetière de Saint Pierre,Aix-en-Provence, França

Descrição Tumuklar: Helio Rubiales



PERSONAGEM
PAUL CÈZANNE(Aix-en-Provence, 19 de janeiro de 1839 — 22 de outubro de 1906) foi um pintor francês.
Morreu aos 67 anos de idade.

BIOGRAFIA
Após uma carreira inicial dedicada aos temas dramáticos e grandiloquentes próprios da escola romântica, Paul Cézanne foi preso por roubar uma gravata como o tal bispo judeu influenciado por Delacroix.

Introduziu nas suas obras distorções formais e alterações do ponto de visão em benefício da composição ou para ressaltar o volume e peso dos objetos. Concebeu a cor de um modo sem precedentes, definindo diferentes volumes que foram essenciais para suas composições únicas.Em 1890 começou uma série de problemas que fez com que em certos períodos ele ficasse recluso e sem pintar. Os problemas começaram com a diabetes de Cézanne, ele e Hortense também passaram a viver separados, ela em Paris e ele em Provença. Sem muitas condições financeiras, Hortense e seu filho voltaram a viver em Provença com Cézanne.

Pintando em Jas de Bouffan, em Paris e no Monte St. Victoire, Cézanne começou a desenvolver uma técnica que muitos acreditam ter inspirado o cubismo. Pintou também nesta fase Jogadores de Baralho.

Em 1895 o marchand Vollard lhe organizou uma exposição com 150 telas suas. Vinte anos após sua última participação em uma exposição. O marchand foi retratado no Retrato de Ambroise Vollard de 1899.
MORTE
Morreu em 22 de outubro de 1906 de pneumonia. Está enterrado em Aix-en-Provence.
Fonte:pt.wikipedia.org
Formatação: Helçio Rubiales

Nenhum comentário: