“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”

''REVERTERE AD LOCVM TVVM'

'Retornarás de onde vieste'


ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

17 de out de 2018

MONTSERRAT CABALLÉ - Arte Tumular -Cementerio de Saint Andreu, Barcelona, Espanha





ARTE TUMULAR 

Local: Cementerio de Saint Andreu, Barcelona, Espanha

Montserrat Caballé
Montserrat Caballé.jpg
Informação geral
Nome completoMaría de Montserrat Bibiana Concepción Caballé i Folch
Também conhecido(a) como"La Superba"
Nascimento12 de abril de 1933
OrigemBarcelonaCatalunha
PaísFlag of Spain.svg Espanha
Morte6 de outubro de 2018 (85 anos)
Local de morteBarcelona, Catalunha
Gênero(s)Ópera
Instrumento(s)vocal
Período em atividade1953 –2013
PERSONAGEM
María de Montserrat Bibiana Concepción Caballé i Folch (Barcelona, 12 de abril de 1933 – Barcelona 6 de outubro de 2018) foi uma famosa cantora lírica espanhola, soprano, considerada uma das maiores cantoras líricas de todos os tempos.
Morreu aos 85 anos.



SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Filha de Carlos Caballé Borrás (1907-1995) e de Ana Folch, Montserrat, de origem humilde, viveu no período após a guerra espanhola. Entrou para o "Conservatori Superior de Música del Liceu", em Barcelona aos 11 anos de idade. Lá ela estudou técnica de canto com Napoleone Annovazzi, Eugenia Kemény e Conchita Badía. Se formou em 1954 com medalha de ouro. Caballé casou com o tenor Bernabé Martí em 1964 e tiveram dois filhos: Bernabe e Montserrat Martí Caballé (conhecida Montsita).

CARREIRA ARTÍSTICA
O início de sua carreira foi também muito modesto, até que decidiu ir para a Suíça, onde fez parte da Ópera de Basileia entre 1957 e 1959, estreando com um repertório pouco frequente para as cantoras espanholas, que incluía Mozart e Strauss, o que serviu para a sua seguinte etapa profissional, na companhia permanente da Ópera de Bremen (1959-1962).

Mas sua verdadeira estreia mundial se deu na noite de 20 de abril de 1965, no Carnegie Hall, quando teve que substituir, imprevisivelmente, Marilyn Horne na ópera Lucrezia Borgia de Donizetti: sua atuação lhe rendeu 25 minutos de aplausos ao término de uma representação e um dos mais importantes críticos nova-iorquinos titulou ao dia seguinte "Callas + Tebaldi = Caballé".

A partir desse momento, Caballé ficou conhecida como uma das grandes divas da ópera mundial e a fama lhe gerou vários anos de teatros lotados para assistir às suas apresentações. Hoje tem em discos uma variedade enorme em estilo e repertório que estão em mais de 130 gravações, abrangendo papéis tão díspares quanto a Salome de Richard Strauss, Fiordiligi da ópera Così fan tutte de Mozart, Norma de Bellini e Mimì da ópera La Bohème de Puccini.

Freddie Mercury & Montserrat Caballé - How Can I Go On (Barcelona)

Em 1988, junto com Freddie Mercury, do grupo de rock britânico Queen, grava o álbum Barcelona, considerado um mito na união de uma cantora de ópera com um cantor de rock, sendo considerado um dos melhores trabalhos de ambos, logo após, saíram numa pequena turnê que foi registrada em vídeo em Ibiza. Em 1992 cantou na abertura dos jogos olímpicos de Barcelona, sem a presença de Freddie Mercury, que faleceu no ano anterior ao evento, mas ela fez um dueto virtual com este, fato que a emocionou muito. Este dueto virtual se repetiu em 1999, antes da final da UEFA Champions League, entre Manchester United e Bayern de Munique, que foi vencida pela equipe inglesa de Manchester. Ela fez um tributo a Freddie Mercury cantando Bohemian Rhapsody junto a outro grande vocalista de heavy metal, Bruce Dickinson, vocalista da banda Iron Maiden. Essa versão é uma versão mais operística, por parte de Montserrat. Esse tributo pode ser encontrado no álbum "Montserrat Friends for Life".

MORTE
Aos 85 anos morreu em Barcelona de uma doença crônica não revelada. Caballé estava internada desde setembro de 2018 devido a um problema na vesícula biliar.


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Montserrat_Caball%C3%A9
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: