“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”

''REVERTERE AD LOCVM TVVM'

'Retornarás de onde vieste'


ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

16 de mar de 2018

WILLY BRANDT - Arte Tumular - 1284 - Waldfriedhof Zehlendorf Nikolassee, Steglitz-Zehlendorf, Berlin, Germany






ARTE TUMULAR
Perímetro da área tumular gramado com uma pedra de formato irregular como lápide com o seu nome gravado.
Local: Waldfriedhof Zehlendorf Nikolassee, Steglitz-Zehlendorf, Berlin, Germany .
Fotos: Findagrave
Descrição tumular: Helio Rubiales
Willy Brandt Medalha Nobel
Herbert Ernst Karl Frahm
Willy Brandt
Chanceler da Alemanha
Período21 de outubro de 1969
até 6 de maio de 1974
Antecessor(a)Kurt Georg Kiesinger
Sucessor(a)Helmut Schmidt
Vice-Chanceler da Alemanha
Período1º de Dezembro de 1966
até 20 de Outubro de 1969
Antecessor(a)Hans-Christoph Seebohm
Sucessor(a)Walter Scheel
Ministro das Relações Exteriores da Alemanha Ocidental
Período1º de Dezembro de 1966
até 20 de Outubro de 1969
Antecessor(a)Gerhard Schröder
Sucessor(a)Walter Scheel
Prefeito de Berlim Ocidental
Período3 de Outubro de 1957
até 1º de Dezembro de 1966
Antecessor(a)Otto Suhr
Sucessor(a)Heinrich Albertz
Dados pessoais
Nascimento18 de dezembro de 1913
LübeckFlag of the German Empire.svg Império Alemão
Morte8 de outubro de 1992 (78 anos)
Bonn Alemanha
Prêmio(s)Prêmio da Paz Albert Einstein (1985)
CônjugeRut Brandt
PartidoSPD
ReligiãoLuteranismo
ProfissãoJornalista
AssinaturaAssinatura de Willy Brandt
PERSONAGEM
Willy Brandt, nascido Herbert Ernst Karl Frahm (Lübeck, 18 de dezembro de 1913 — Unkel, 8 de outubro de 1992), foi um político social-democrata alemão. Entre 1957 e 1966 foi prefeito de Berlim, entre 1966 e 1969 foi ministro dos assuntos exteriores e vice-chanceler, entre 1969 e 1974 foi chanceler da República Federal da Alemanha. Pela sua Ostpolitik, cujo objectivo eram o relaxamento e equilíbrio com as ditaduras do Bloco do Leste, foi-lhe atribuído o Nobel da Paz no dia 10 de dezembro de 1971.



SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Willy Brandt nasceu como Herbert Ernst Karl Frahm, filho natural de John Möller e de Martha Frahm. Nunca conheceu seu pai, e foi educado pela mãe e pelo avô materno. Entre 1941 e 1948, Brandt foi casado com Carlotta Thorkildsen, com quem teve uma filha (Ninja Frahm, 1940). Após a separação, ainda em 1948, casou-se com Rut Bergaust. Este relacionamento resultou em três filhos, Peter (1948), Lars (1951) e Matthias (1961). Depois de terem permanecido durante 32 anos casados, Rut e Willy separaram-se em 1980.

No dia 9 de Dezembro de 1983 Brandt casou-se com a historiadora e relações-públicas Brigitte Seebacher. Willy Brandt ingressou na juventude socialista em 1929, e, um anos depois, no SPD. Em 1931 mudou para o Partido Trabalhador Socialista (SAP), uma formação socialista-esquerdista. Em 1932 acabou a sua educação secundária no Johanneum zu Lübeck. Após a ascensão ao poder de Hitler em 1933, o SAP foi proibido, continuando, no entanto, a existir clandestinamente. Willy

Brandt recebeu a ordem de estabelecer uma célula do partido em Oslo e emigrou então para a Noruega.

Em 1934 começou a usar o pseudónimo de Willy Brandt, que se tornaria o seu nome oficial em 1949. Usando o pseudônimo des Gunnar Gaasland, Brandt retornou à Alemanha entre Setembro e Dezembro de 1936 para frequentar uma faculdade. Em 1937 partiu para a Espanha a fim de trabalhar como jornalista na Guerra Civil Espanhola. Em 1938, Willy Brandt foi expulso da Alemanha pelo governo nazi. Em consequência, Brandt pediu a nacionalidade norueguesa. Após a ocupação da Noruega pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, Brandt foi temporariamente aprisionado. Vestindo o uniforme norueguês, não foi descoberto e foi libertado pouco depois fugindo então para a Suécia.

Em Agosto de 1940, foi-lhe entregue a nacionalidade norueguesa na embaixada em Estocolmo. Brandt permaneceu em Estocolmo até o final da guerra. Brandt retornou à Alemanha em 1945 como correspondente de vários jornais escandinavos. Em 1948 obteve de novo a nacionalidade alemã. 

Demitiu-se, em 1974, devido ao escândalo da descoberta de um espião alemão-oriental no seu gabinete.

MORTE
A partir de 1990, o estado de saúde de Willy Brandt se agravou muito. Já em 1978, Brandt tinha sofrido um ataque cardíaco e, em 1991, foi descoberto e eliminado um tumor. Em 1992, o câncer retornou e abortou-se uma operação marcada para o dia 22 de Maio visto que muitos órgãos estavam já afetados. Brandt morreu dia 8 de Outubro e foi enterrado no cemitério Waldfriedhof em Berlim.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: