“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

23 de fev de 2016

VICTOR NOIR - Arte Tumular - 1094 - Cimetière du Père Lachaise Paris City of Paris Île-de-France, France












Ereção

Lápide

ARTE  TUMULAR
Quase não chama a atenção visto de longe. Sobre uma base tumular retangular de granito destaca uma escultura em bronze no tamanho natural representando a figura de Victor Noir, que o escultor Aimé Jules Dalou procurou retratar  com todos os detalhes, um homem deitado no chão no momento em que foi abatido no duelo, com a boca semiaberta, braços jogados para cada lado, paleto desabotoado, cartola jogada ao lado. Porém o que chama mais a atenção na escultura é uma ereção bem pronunciada entre as pernas, que poderia ser considerada pelo realismo e detalhes do escultor, uma ereção pronunciada entre as pernas ,uma grande ereção post mortem, um priapismo habitual nos cadáveres de homens que foram executados. 
O seu túmulo acabou virando símbolo de fertilidade e uma série de histórias criadas no tempo. Note algumas partes da escultura, mais  claras na foto, onde normalmente as pessoas, de tanto passarem as mãos,(nariz, lábios, queixo, entre as pernas e sapatos) acabam dando um polimento natural no bronze.
Esse túmulo tornou-se um  dos monumentos mais populares para as mulheres na visita ao cemitério. O mito diz que a colocação de uma flor no chapéu superior virado para cima depois de beijar a estátua nos lábios e esfregando sua área genital irá melhorar a fertilidade 
Observação
Em 2004, uma cerca foi erguida em torno da estátua de Noir, para dissuadir as pessoas supersticiosas de tocar a estátua. No entanto, devido a supostos protestos da "população feminina de Paris", não deu resultado.
Local: Cimetière du Père Lachaise Paris City of Paris Île-de-France, France
Plot: Division 92
GPS (lat/lon):  48.86113, 2.39646
Autor: Aimé Jules Dalou 1870
Fotos : Findgrave
Descrição tumular: Helio Rubiales





PERSONAGEM
Victor Noir, (27 de Julho de 1848 em Attigny, Vosges - 10 de janeiro de 1870 em Paris) foi um jornalista francês que é famoso pela forma de sua morte e suas conseqüências políticas. Seu túmulo em Paris, mais tarde se tornou um símbolo de fertilidade.
Morreu aos 22 anos de idade.




SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Filho de um judeu sapateiro que se converteu ao catolicismo, nascido Salmon Yvan em Attigny , Vosges , ele adotou "Victor Noir" como seu nome de pena após o nome de solteira de sua mãe.

Ele foi para Paris e tornou-se um jornalista estagiário para o jornal La Marseillaise , de propriedade e operados por Henri Rochefort e editado por Pascal Grousset .



Disparo de Pierre Bonaparte

MORTE
Victor Noir, foi  assassinado aos 22 anos, o fato causou à época grande comoção popular, já que Victor Noir era jovem e um brilhante colunista político em ascensão e ia se casar no dia seguinte à sua morte,  o assassino foi o sobrinho do imperador Napoleão Bonaparte .

Fonte:en.wikipedia,.org
Formatação:Helio Rubiales

Nenhum comentário: