“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

3 de nov de 2013

WILBUR WRIGHT - Arte Tumular - 927 - Woodland Cemetery and Arboretum Dayton Montgomery County Ohio, USA







ARTE TUMULAR
Uma base retangular em granito com as laterais facetadas marca o túmulo da família Wright, com destaque para o nome gravado em relevo. Na parte central  uma base de granito (lápide) no solo do cemitério marca o túmulo de Wilbur, com o seu nome e datas gravados em relevo.

Local: Woodland Cemetery and Arboretum Dayton Montgomery County Ohio, USA
Plot: Section 101, Lot 2533
Descrição tumular:: Helio |Rub iales


PERSONAGEM
 Wilbur Wright (Millville, 16 de abril de 1867 — Dayton, 30 de maio de 1912)., conhecido como   Os Irmãos Wright, foi um inventor americano junto com o irmão.
Morreu aos
INVENTO
Eles cresceram em Dayton, Ohio, onde abriram em 1882 uma companhia de manutenção, design e fabricação de bicicletas (a Wright Cycle Company), operando a companhia até 1909.
"Flyer I", 17 de Dezembro, 1903. Desenho do aeroplano dos irmãos Wright. O voo do Flyer 1 é reconhecido nos Estados Unidos e pela Fédération Aéronautique Internationale como o primeiro de um aparelho voador controlado, "mais pesado que o ar". Apesar do reconhecimento, há polêmicas quanto a ser o voo do Flyer 1, o primeiro controlado, mas diferente de outros engenhos anteriores ao Flyer 1, que também foram controlados, não houve auxilio mecânico na decolagem. A aeronave não se elevou ao ar por meios próprios, isto é, com auxílio de equipamento de lançamento como rampa e trilho.1 O mesmo voo foi efetuado em condições de limitação do percurso, com a distância de voo só alcançada em conformidade com a potência de lançamento da máquina auxiliar. O voo ocorreu com a presença de testemunhas , como o presidente do banco da cidade e alguns funcionarios públicos, caracterizando portanto um evento com credibilidade pública, quase semelhante ao voo do 14-Bis de Santos Dumont, em que especialistas, jornalistas e milhares de pessoas presenciaram o fato. Um aparelho voador mais pesado que o ar foi inventado pelo francês Clément Ader em 1890. No entanto, não permitia controlar a direção do voo. Era uma época em que vários inventores de diversos países estavam tentando criar a primeira aeronave mais pesada do que o ar capaz de voar com sucesso. Os Irmãos Wright não queriam derramar informações ao seu principal rival Samuel Pierpont Langley, o então secretário do Instituto Smithsonian. 

Nenhum comentário: