“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

19 de nov de 2013

JOAQUIM MURTINHO - Arte Tumular - 940 - Cemitério São João Batista, Rio de Janeiro, Brasil





ARTE TUMULAR
Base tumular em granito retângular e em forma de esquife com o nome do médico gravado na base. Ao lado, uma escultura em bronze de uma figura feminina com túnica e véu. Em um dos braços carrega junto ao corpo um ramos de flores. Com a outra mão depositar uma coroa, símbolo da vitória, sobre o esquife .na cabeceira tumular, ergue-se um pedestal suportando uma pira em bronze com fogo , que representa a paixão e a eternidade. No centro do pedestal um relevo circular em mármore do rosto do médico.
LOCAL: Cemitério São João Batista, Rio de Janeiro
Fotos: Soc.Brasileira da História da Medicina
Descrição Tumular: Helio Rubiales

PERSONAGEM
Joaquim Murtinho (Cuiabá, 7 de dezembro de 1848 — Rio de Janeiro, 18 de novembro de 1911) foi um médico e político brasileiro.
Morreu aos 63 anos de idade.
BIOGRAFIA (resumida)
Engenheiro civil, fez o curso de Ciências Naturais na Escola Central, hoje Escola Nacional de Engenharia. Formou-se em medicina e especializou-se em homeopatia e foi também professor.
Na vida pública, foi senador da República por três mandatos (1890 a 1896, 1903 a 1906, e 1907 a 1911). Estadista, ganhou fama por restaurar as finanças republicanas. Seus cargos públicos incluem: ministro da Viação, Indústria e Comércio, ministro da Fazenda, professor catedrático da Escola Politécnica e vice-presidente do Senado.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales

Nenhum comentário: