“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

28 de out de 2013

DAVID McDOWELL BROWN - Arte Tumular - 915- Arlington National Cemetery Arlington Arlington County Virginia, USA




Clark, Brown e Anderson da última missão Columbia estão enterrados imediatamente atrás do Columbia Memorial no cemitério Nacional de Arlington.

ARTE TUMULAR
Lápide em mármore branco com o seu nome e datas gravados e dados sobre a sua missão na Columbia.
O túmulo tratas-e de um cenotáfio, isto é, monumento erigido à memoria do morto, mas que não lhe encerra o corpo.

Local: Arlington National Cemetery Arlington Arlington County Virginia, USA
 Plot: Section 46 Lot 1180-3
Descriçãotumular: Helio Rubiales

PERSONAGEM
 David McDowell Brown (Arlington, 16 de abril de 1956 – Espaço Aéreo dos EUA, 1 de fevereiro de 2003) foi um astronauta norte-americano que morreu em seu primeiro voo espacial como tripulante da nave Columbia, desintegrada no retorno à Terra em fevereiro de 2003.
Morreu aos 46 anos de idade.
SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Formado em biologia e medicina, o Dr. Brown entrou para a marinha depois de fazer a residência médica e após o treinamento como cirurgião de voo foi designado como Diretor do Departamento Médico do Hospital da Marinha em Adak, Alasca. Em 1988, após servir no porta-aviões USS Carl Vinson, ele tornou-se o primeiro cirurgião de voo a ser selecionado para treinamento como piloto em dez anos, sendo o primeiro classificado em sua classe, e tornando-se aviador naval em 1990, com especialização em porta-aviões. Selecionado para a NASA em 1996, o capitão naval Brown passou dois anos treinando como astronauta no Centro Espacial Johnson, no Texas, qualificando-se como especialista de missão, passando a trabalhar no desenvolvimento de suportes de cargas para a Estação Espacial Internacional. Em 16 de janeiro de 2003, Brown subiu ao espaço como integrante da missão STS-107 na nave Columbia, que passou dezesseis dias em órbita, dedicada a experiências científicas e de pesquisa. Trabalhando 24 horas por dia em turnos, a tripulação realizou mais de oitenta experimentos no espaço.

Membros da missão
MORTE
Ao fim da missão, entretanto, em 1 de fevereiro de 2003, a nave Columbia desintegrou-se na reentrada da atmosfera, matando David Brown e toda a tripulação da espaçonave nos céus do estado do Texas. O asteroide 51825 Davidbrown foi batizado postumamente em sua homenagem.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: