“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

23 de nov de 2011

GEORG KUBISCH - Arte Tumular - 685 - Bourdon, Kriegsgräberstätte, França.







ARTE TUMULAR
Cruz latina em granito com o seu nome e datas gravados

Local: Bourdon, Kriegsgräberstätte, França. Bloco 44 Reihe 2-Pegue 62.
Fotos: M.Hopimans-Peters
Descrição tumular: Helio Rubiales
PERSONAGEM
Georg Kubisch,(Berlim 15.11.1907 - Dunquerque, França,08.06.1940) foi um comandante da SS, casado com Maria Reiter (primeira amante de Hitler)
Morreu aos 32 anos de idade.
SINOPSE
Foi casado com Maria Reiter de Berchtesgaden que foi a primeira amante de Hitler.
Georg entrou na SS e se tornou um Untersturmführer SS em 30.01.1933, Obersturmführer em 11.09.1933 e em 05.09.1934 na Haupsturmführer. Serviu no 1 º Batalhão da Standarte SS, o Batalhão II do Standarte SS " Deutschland "e foi com o Standarte SS" Der Führer "na Frente Ocidental durante a batalha de Dunquerque, onde ele foi morto em ação.
MORTE
Morto em ação na Batalha de Dunquerque.
Fonte:ww2gravestone.com
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales

Nenhum comentário: