“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

4 de ago de 2011

SÃO VICENTE MÁRTIR - Arte Tumular - 523 - Catedral de Valência, Valencia, Espanha


Capela da Ressurreição



Braço esquerdo
ARTE TUMULAR
No interior da Catedral de Valencia, na parte lateral ergue-se a Capela da Ressurreição a relíquia de São Vicente. Sobre uma base de mármore decorado está a urna em metal com  um vidro na parte frontal contendo o braço esquerdo do mártir. A capela é protegida por um gradil de bronze.

Local:  Catedral de Valência, Valencia, Espanha
Sinopse: Capilla de la Resurrección (Capela da Ressurreição). Só o braço esquerdo.
Fotos: José Barnabé Tronchoni
Descrição tumular: Helio Rubiales
PERSONAGEM
Vicente de Saragoça , também conhecido como San Vicente Mártir ( Huesca e Saragoça , -? Valencia , ca . 304 ) foi um clérigo espanhol , diácono de São Valero de Saragoça . Ele foi capturado e torturado sob Diocleciano , assim que a Igreja o venera como um mártir .
PERSEGUIÇÃO
Segundo a tradição, Vicente foi acusado com a pregação da fé, por causa de um impedimento de fala (gagueira) que afetava o bispo de Valero.
Isso levou a uma sangrenta perseguição aos cristãos ordenada pelo imperador Diocleciano e Maximiano . Valero foi condenado ao exílio e Vicente sofreu o martírio, acabou morrendo em data incerta, a tradição atribui a 22 de janeiro - em 304 ou 305. Segundo a lenda, antes de sua morte tornou-se seu algoz .
Desde o local de seu primeiro enterro, o corpo de Vicente foi transferido no mesmo século do martírio, para uma basílica existente fora dos muros da cidade, ao lado de um bairro cristão, conhecido como San Vicente de la Roqueta.
MARTÍRIO DE SÃO VICENTE
Vicente foi primeiro colocado em uma cruz e, depois o catasto onde os ossos foram quebrados.Foi chicoteado, e abriram-lhe a carne com pontas de aço. Como não puderam minar a sua resistência, foi então enviado por Daciano esfolado, desossado e colocado sobre uma grelha em brasas.
Mais tarde ele foi atirado em um calabouço , onde morreu. Seu corpo foi jogado em um aterro sanitário, onde foi defendido por uma grande águia ramada.
Seu corpo foi então jogado no rio Turia envolvido em uma pele, preso a uma pedra de moinho, mas foi trazido de volta à margem do rio.
Foi enterrado nos arredores de Valência, sendo levado mais tarde para Lisboa , em cuja catedral repousam os restos.
Fonte: es.wikipedia.org
Formatação e tradução: Helio Rubiales

Nenhum comentário: