“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

2 de fev de 2010

JUAN PONCE DE LEÓN - Arte Tumular - 348 - San Juan Cathedral ,San Juan, Puerto Rico, USA







ARTE TUMULAR
Conjunto escultórico em mármore construído em três níveis: Ao nível do solo, base tumular com alegorias de pergaminhos e mantos. O segundo nível, composto por relevos de duas coluanas, destacando na parte central o nome do explorador e um resumo histórico. Encimando essas bases ergue-se uma escultura de uma fiigura feminina representando a justiça, segurando em uma das mãos uma espada. A sua cabeça ligeiramente curvada sobre uma urna suportada por um pilar envolto por um manto. Sobre todo o conjunro destaca-se uma pequena cruz
LOCAL: San Juan Cathedral ,San Juan, Puerto Rico, USA
Fotos: Ron Moody e Manus Guines
Descrição Tumular:HRubiales
PERSONAGEM
Juan Ponce de León (Santervás de Campos, c. 1460 — Havana, julho de 1521) foi um conquistador espanhol do início do século XVI. Acredita-se que tenha sido o primeiro europeu a ter visitado a Florida (foi ele que deu o nome à região), após ter partido a frente de uma expedição em busca da Fonte da juventude.
Morreu aos 61 naos de idade.
BIOGRAFIA
Conquistador espanhol nascido em Tierra de Campos, Palencia, fundador do primeiro povoado de Porto Rico e descobridor da península da Flórida, mas que tinha como principal motivação de sua vida de aventuras, o ilusório sonho de encontrar no Novo Mundo, a legendária ilha da fonte da eterna juventude, sonho também compartilhado com Colombo. De uma família nobre de Castela, foi educado na corte real aragonesa como pajem do infante D. Fernando, o futuro rei católico. Participou da guerra de Granada e integrou a segunda expedição de Cristóvão Colombo ao continente americano. Nove anos depois, embarcou em Sevilha com Nicolás de Ovando, futuro governador da ilha de Hispaniola, hoje Santo Domingo. Demonstrou valentia e liderança à frente de tropas enviadas por Ovando, quando os índios de Jiguayagua se rebelaram à dominação e, após pacificá-los, empreendeu uma exploração em busca de ouro na região de Boriquén, Porto Rico (1508 a 1509), período em que fundou a vila de Caparra, hoje San Juan de Porto Rico. Nomeado governador da ilha (1509), foi substituído por Juan Cerón, que impôs um sistema opressor e provocou uma nova rebelião de índios (1511). Novamente foi encarregado de sufocar a revolta e pacificar os índios. Por mandato real, partiu (1513) para descobrir novas terras, animado também pela lenda segundo a qual a fonte da juventude se encontrava nas ilhas Bimini, ao norte de Cuba. Nesta aventura descobriu a Flórida na primavera daquele ano, daí o nome dado, e posteriormente, voltou a lutar contra os índios do Caribe e ocupou Trinidad. Esteve na Espanha e regressou à Flórida (1521)
Avistou pela primeira vez a costa da América do Norte em 27 de março de 1513. Pensou que se tratasse de uma ilha, mas na realidade estava diante da atual Flórida. Ele desembarcou em 2 de abril na costa leste dos Estados Unidos da América.
Em 1514 recebeu a tarefa de colonizar a "ilha", no entanto só retornou para lá em 1521.
Durante essa segunda visita, Ponce de León e seus homens foram atacados por uma tribo de Calusa (em Pine Island), e de León foi ferido por uma flecha envenenada.
MORTE
Durante um ataque de índios, foi ferido a flechada e morreu poucos dias depois na baía de Havana. Seus restos mortais repousam em San Juan.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa:HRubiales

Nenhum comentário: