“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

31 de out de 2009

JOHN WILKES BOOTH - Arte Tumular - 302 - Green Mount Cemetery ,Baltimore,Baltimore city,Maryland, USA





Lápide de John Both (indicada pela seta)


ARTE TUMULAR
Uma construção em forma de obelisco, em mármore branco, sobre uma base de granito, com cerca de 2, 00 metros de altura marca o túmulo da família Booth. O corpo de John Booth foi enterrado ao lado esquerdo do obelisco e é marcado com uma simples lápide de mármore sem inscrições.
LOCAL: Green Mount Cemetery ,Baltimore,Baltimore city,Maryland, USA
Fotos: Coldmarble e Ron Williams.
Descrição tumular:Helio Rubiales
John Wilkes Booth
PERSONAGEM
John Wilkes Booth (Bel Air, 10 de maio de 1838 - Fazenda Garrett, Virginia, 26 de abril de 1865) foi um ator norte-americano, mais conhecido por ser o assassino do presidente Abraham Lincoln.
Morreu aos 26 anos de idade
BIOGRAFIA
Nascido no estado de Maryland, filho de Junius Brutus Booth Senior, de origem inglesa. Tinha dois irmãos Edwin e Junius Brutus Jr.
Booth era ator de teatro e começou sua carreira em 1855 no teatro Charles Street em Baltimore. Aparece depois no Teatro Weatley's Arch Street, Filadélfia, em 1857, e mais tarde muda-se para Richmond, Virgínia para uma temporada no Teatro Marshall. Apesar de ser um dos atores mais bem pagos na época, começou a identificar-se com a política sulista e era frequentemente visto em companhia de mulheres, na maioria atrizes, como ele.
Em 1861, uma atriz chamada Henrietta Irving, usa-se de uma faca e desfere um corte no seu rosto após ter descoberto que Booth não tinha intenções de se casar com ela.
Em 1863, juntamente com os companheiros de teatro John Ellster, Thomas Mears e George Pauncell, estabelece uma companhia de petróleo a qual chama de Dramatic Oil Company.
Contudo, um ano depois entrega a sua parte na companhia aos cuidados de seu irmão Junius e outro amigo, deixa o trabalho no teatro e inicia uma série de planos para retirar o então presidente Abraham Lincoln do poder, juntando-se assim a partidos que têm os mesmos interesses.
ASSASSINATO DE LINCOLN
Na noite de 14 de abril de 1865, cinco dias após o General Lee se render,.
quando assistia uma comédia no Teatro Ford em Washington, o presidente Abraão Lincoln foi atingido na cabeça por um disparo dado à queima roupa, por John Wilkes Booth, que com seu gesto espetacular, pensava estar vingando a derrota do Sul na Guerra de Secessão, que exaurira os Estados Unidos por quatro longos e sangrentos anos (1861-1865).
MORTE
Localizado no dia 26 de abril no celeiro da fazenda Garret por um pelotão de cavalaria na Virgínia é mortalmente ferido no pescoço. – Lincoln e ele foram as últimas baixas da guerra civil americana. O ator que, para imortalizar-se, sonhou um dia em derrubar o "Colosso de Rodes", como ele referia-se a Lincoln, passou à história como o maior vilão dos Estados Unidos
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales

Um comentário:

Anônimo disse...

booth é um desgraçado que deveria ter sido esquartejado! ele matou um nobre homem como abraham lincon.que booth queime no marmore do inferno!