“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

9 de out de 2013

JOHN HUSTON - Arte Tumujlar - 886 - Hollywood Forever Cemetery Hollywood Los Angeles County California, USA





ARTE TUMULAR
Placa de mármore com o seu nome e datas gravados

Local: Hollywood Forever Cemetery Hollywood Los Angeles County California, USA
Plot: Garden of Legends (formerly Section 8), lot 6, west side of lake
Fotos: findgrave
Descrição tumular: Helio Rubiales


PERSONAGEM
 John Marcellus Huston (Nevada, Missouri, 5 de agosto de 1906 — Middletown, Rhode Island, 28 de agosto de 1987) foi um ator e diretor de cinema americano.
Morreu aos 81 anos de idade.
SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Filho de Rhea Gore e do ator Walter Huston. Era um homem de muitos interesses além do cinema, como pintura, escultura, boxe, jogo, caça à raposa, entre outros. Era o pai da também atriz Anjelica Huston e de Tony, frutos do seu casamento com Ricki Soma, e do ator Danny Huston, fruto do seu relacionamento com Zoe Sallis. John ainda é pai de Pablo (com a atriz Evelyn Keyes). Seu pai era ator e sua mãe uma jornalista itinerante. Ambos se divorciaram quando ele tinha seis anos. De saúde débil, aos doze anos foi enviado para um sanatório devido ao coração dilatado e problemas renais.
 Depois dos estudos primários se dedicou ao boxe e a uma série de exercícios físicos para melhorar a sua saúde. Estudou pintura e trabalhou algum tempo como jornalista e redator. Em 1933, embriagado, atropela e mata a atriz brasileira Diva Tosca, companheira do também brasileiro ator e diretor de cinema Raul Roulien.
 Em 1935 foi para a empresa Warner Brothers onde trabalhou como roteirista colaborador em vários filmes. Estreou como diretor em 1941, com The Maltese Falcon (no Brasil, Relíquia Macabra), cujo roteiro escreveu baseando-se na novela de Dashiell Hammett. Com esse filme tornou-se um dos mestres do chamado filme noir, tendo dirigido ainda outro clássico do gênero: O segredo das jóias (BR) (com uma jovem Marilyn Monroe no elenco).  Mas, sem dúvida, seus filmes de aventura como O tesouro de Sierra Madre (parábola sobre a ganância humana) e O homem que queria ser rei (sobre o orgulho), além dos clássicos Moby Dick e Uma aventura na África (cujas filmagens também foram uma aventura, conforme mostra o filme Coração de caçador, de Clint Eastwood) formaram um conjunto de obras das mais significativas da história do cinema. Nos últimos anos, Huston filmou duas incursões de Pelé no cinema, sendo a mais conhecida o filme Fuga para a vitória. Como ator, John Huston ficou conhecido por ter interpretado Noé, numa das partes que compuseram o filme A Biblia. Contava não ter sido fácil fazer com que os animais entrassem aos pares na arca, fiel à concepção dos artistas clássicos
MORTE

Um fumante inveterado, ele foi diagnosticado com enfisema em 1978. Até o último ano de sua vida, ele não conseguia respirar por mais de 20 minutos sem a necessidade de oxigênio.  Ele morreu em 28 de agosto de 1987 em Middletown , Rhode Island de pneumonia como complicação da doença pulmonar em sua casa alugada.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: