“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

10 de jul de 2012

EUGÊNIO SALES ' DOM - Arte Tumular - 797 - Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil




ARTE TUMULAR
Será sepultado na Cripta da Catedral, no subsolo, onde apenas bispos e cardeais são sepultados
O túmulo de dom Eugênio ficará em frente ao de Monsenhor Ivo Antonio Calliari, responsável pela construção da Catedral do Rio. A lápide de dom Eugenio ainda não está pronta. Ele é o segundo cardeal a ser enterrado no chão da cripta da Catedral do Rio. O primeiro cardeal a ser sepultado no local foi dom Jaime Câmara, que morreu em 1971. Segundo a arquidiocese, a cripta tem 25 mil nichos que podem ser adquiridos por qualquer pessoa, mas o chão do local é reservado aos bispos da Igreja.

Local: Cripta da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, Brasil
Fotos: Alexandre Durão
Descrição tumular: Helio Rubiales

Catedral do Rio de Janeiro



PERSONAGEM
 Dom Eugênio de Araújo Cardeal Sales (Fazenda Catuana, Acari, 8 de novembro de 1920 - Rio de Janeiro, 9 de julho de 2012) foi um cardeal brasileiro e arcebispo do Rio de Janeiro.
 Morreu aos 91 anos de idade.
 SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
 Dom Eugênio é filho de Celso Dantas Sales e Josefa de Araújo Sales (Téca) e irmão de Dom Heitor de Araújo Sales, Arcebispo Emérito de Natal, Rio Grande do Norte. Foi batizado na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia, em Acari, no dia 28 de novembro de 1920. De família muito católica, era bisneto de Cândida Mercês da Conceição, uma das fundadoras do Apostolado da Oração na cidade de Acari. Realizou seus primeiros estudos em Natal, inicialmente em uma escolar particular, depois no Colégio Marista e finalmente ingressou, em 1931, no Seminário Menor. Realizou seus estudos de Filosofia e Teologia no Seminário da Prainha, em Fortaleza, Ceará, no período de 1931 a 1943. Foi ordenado sacerdote pelas mãos de Dom Marcolino Esmeraldo de Sousa Dantas, bispo de Natal, no dia 21 de novembro de 1943, na mesma igreja onde recebera o batismo.
 EPISCOPADO
 No dia 1 de junho de 1954, aos 33 anos, foi nomeado bispo auxiliar de Natal pelo Papa Pio XII, recebendo a sé titular de Thibica. Foi ordenado bispo no dia 15 de agosto de 1954, pelas mãos de Dom José de Medeiros Delgado, Dom Eliseu Simões Mendes e de José Adelino Dantas. Em 1962 foi designado administrador apostólico da Arquidiocese de Natal, função que exerceu até 1965, quando da nomeação de Dom Nivaldo Monte. Em 1964 foi nomeado administrador apostólico da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, função na qual permaneceu até 29 de outubro de 1968, quando da sua nomeação a Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, pelo Papa Paulo VI.
 MORTE Em 09 de julho de 2012 faleceu em em sua casa após jantar e se deitar para dormir, veio a falecer as 22:30 devido a um infarto. Faleceu dormindo.
 Fonte:pt.wikipedia.org
 Formatação: Helio Rubiales
Localização


Nenhum comentário: