“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

21 de jun de 2012

DUDLEY MOORE - Arte Tumular - 791 - Hillside Cemetery Scotch Plains Union County New Jersey, USA




ARTE TUMULAR
Base tumular (lápide) em granito escuro de forma irregular com o seu nome e datas gravados


Local: Hillside Cemetery Scotch Plains Union County New Jersey, USA
Plot: D-3 GPS (lat/lon)
Fotos:
Descrição tumular\: Helio Rubiales

PERSONAGEM
Dudley Stuart John Moore, CBE (Dagenham, Essex, 19 de abril de 1935 — Watchung, New Jersey, 27 de março de 2002), foi um ator e músico britânico nascido na Inglaterra, que ficou muito popular após estrelar os filmes Mulher nota 10 e Arthur, o milionário sedutor.
SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Além de ator era pianista de jazz. [editar]Biografia Moore era filho de operários e nasceu com uma deformidade nos pés. Passou a primeira infância sendo submetido a sucessivas cirurgias ortopédicas. Tornou-se membro do coro da igreja e estudou música, tornando-se um talentoso pianista e organista. Estudou música e composição na Universidade de Oxford. Durante o curso, começou a trabalhar como comediante, carreira que nunca mais abandonou e que conciliava com uma carreira de sucesso como músico de jazz. Após mudar-se para os Estados Unidos, participou de diversos filmes em Hollywood, e que o tornaram mundialmente famoso. Em 1999 anunciou que sofria de uma doença degenerativa rara e sem tratamento conhecido, a paralisia supranuclear progressiva (PSP). Em 2001 recebeu a Ordem do Império Britânico. A doença já estava em estado adiantado, e ele recebeu a honra em uma cadeira de rodas.
MORTE
Morreu vitimado por uma pneumonia, decorrente de seu quadro neurológico.
Fonte:pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: