“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

30 de ago de 2011

CATERINA DI MEDICI - Arte Tumular - 581 - Saint Denis Basilique,Saint-Denis, Ile-de-France Region, France


Vista geral frontal
Parte inferior vista posterior
Parte superior frontal
Túmulo no interior
Detalhe
ARTE TUMULAR
Monumento tumular em vários tipos de mármore e estatuário em bronze. Um portal frontal e outro posterior, rodeados por colunas sustentam a cobertura onde se destaca a escultura em bronze da rainha e seu esposo ajoelhados. No nível inferior, quatro esculturas em bronze de figuras femininas, ladeiam os quatro cantos do mausoléu. No interior, esculturas do tamanho natural deitadas, em mármore, representando o rei e a rainha mortos

Local: Saint Denis Basilique,Saint-Denis, Ile-de-France Region, France
Fotos: Shawn Bursey e Mike Reed
Descrição tumular: Helio Rubiales
PERSONAGEM
Caterina Maria Romola di Medici (13 de abril de 1519 - 5 de janeiro de 1589) foi rainha consorte francesa de origem italiana.
Morreu aos 69 anos de idade
BIOGRAFIA
O pai foi Lourenço II de Médicis, o Jovem (1492-1519)— filho de Pedro, o desafortunado, governante de Florença (este, filho de Lourenço de Médici, o magnífico, com Clarice Orsini) e de Alfonsina Orsini (filha de Roberto, Conde de Tagliacozzo e Pacentro, e de Catarina Sanseverino)— governante de Florença de 1503 a 1515 e Duque de Urbino, que casara em Amboise em 2 de maio de 1518 com Madalena de la Tour-d´Auvergne (1495-1519) condessa de Auvergne, de Clermont, Baronesa de La Tour d’Auvergne e de La Chaize; filha de João III de La Tour, Conde de Auvergne, e Joana de Bourbon -assim Catarina, pela mãe, era parente da família real francesa. Restaurados os Medici [1512], Lourenço foi escolhido governante de Florença. Em 1519, findou com ele a descendência masculina legítima de Cosme o Velho. Os Medicis foram de novo expulsos de Florença, a República de novo estabelecida em 1527. Deixou esta filha, Catarina, e um filho bastardo.
Este filho bastardo, tido por seu pai com uma amante moura, Simonetta (irmão portanto de Catarina de Médici) se chamava Alexandre de Médicis e morreria assassinado em 1537.
A 28 de Outubro de 1533 casou em Marselha, na presença do papa, com Henrique, futuro Duque de Orleans e rei da França, o segundo filho do rei Francisco I da França e da Rainha Claudia, num casamento organizado por seu tio-avô, o Papa Clemente VII. Como Henrique era o segundo filho do rei, e provalvemente não viria a reinar, Francisco I não se importou de casá-lo com uma plebéia e estabelecer assim uma interessante aliança com o Papa.
Tornou-se Rainha de França quando ascendeu ao trono seu marido em 31 de março de 1547, até enviuvar em 1559. Será de novo rainha em 1574-89, Regente da França em 1552 (na curta campanha de Henrique II na Lorena) e de 1560 a setembro de 1574. Após a morte do marido, Catarina tornou-se regente de dois filhos, primeiro Francisco II e depois Carlos IX, e Rainha-Mãe de Henrique III.
Uma das personagens mais influentes das guerras da religião francesas, foi uma das responsáveis pelo Massacre da noite de São Bartolomeu, ocorrido durante as comemorações do casamento de sua filha Margarida de Valois, futura Rainha Margot, com o protestante Henrique de Navarra, futuro Henrique IV.
MORTE
Morre em Blois
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

Nenhum comentário: