“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

1 de abr de 2010

VITTORIO DE SICA - Arte Tumular - 373- Cimitero Monumentale del Verano ,Rome, Lazio Region, Italy



ARTE TUMULAR
Base tumular em mármore (tampo) com uma cruz latina esculpida em relevo. Na parte frontal inferior uma porta de bronze dá acesso ao túmulo. Na cabeceira tumular um nicho em mármore abriga uma escultura em mármore branco de uma figura feminina com a expressão de dor e sentimento. Lateralmente, uma de cada lado, colunas quadradas suportam a cobertura a do portal, onde se destaca, gravado o nome da familia.
LOCAL: Cimitero Monumentale del Verano ,Rome, Lazio Region, Italy
Foto: FG
Descrição Tumular: Hrubiales
PERSONAGEM
Vittorio De Sica (Sora, 7 de julho de 1901 — Paris, 13 de novembro de 1974) foi um dos mais importantes diretores e atores docinema italiano.
Morreu aos 73 anos de idade.
BIOGRAFIA
Como ator estreou em 1932, no filme Dois Corações Felizes. Como diretor sua estréia foi em 1939, com o filme Rosas Escarlates. Em 42 anos de carreira recebeu três prêmios Oscar de melhor filme estrangeiro: em 1946 por Vítimas da Tormenta, em 1948 por Ladrões de Bicicletas, e em 1971 por O Jardim dos Finzi-Contini.
É considerado o precursor do neorrealismo italiano e seu último filme foi A Viagem, com Richard Burton e Sophia Loren, e que estreou dias depois de sua morte, em Paris.
Como ator seus maiores sucessos foram Madalena, Zero em Comportamento, Pão, Amor e Fantasia, Meu Filho Nero, Adeus às Armas, Um Italiano na América e Coisas da Cosa Nostra.
Já como diretor, além dos filmes com os quais ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro, Vittorio De Sica também se destacou pela direção de Umberto D., em 1951; Boccaccio 70, de 1962; Ontem, Hoje e Amanhã, de 1963; Matrimônio à Italiana, de 1964; e Os Girassóis da Rússia, de 1970.
Vittorio De Sica tinha prazer em trabalhar com atores como Marcello Mastroianni e Sophia Loren, seus amigos particulares, e os dirigiu em Ontem, Hoje e Amanhã, Matrimônio à Italiana e Os Girassóis da Rússia.
Fonte:pt.wiikipedia.org
Formatação e pesquisa:HRubiales

Nenhum comentário: