“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

30 de abr de 2009

DALIDA - Arte Tumular -224 - Cimetiere de Montmartre ,Paris, France







ARTE TUMULAR
Complexo tumular em forma quadrada e estilo retilíneo em mármore cinza rajado. O portal é construído com mármore marrom com uma porta em bronze representando alegoricamente um sol e seus raios. Na frente uma escultura em mármore branco do tamanho natural da cantora, com um vestido fino de festa, colado ao corpo mostrando as suas formas exuberantes, apresentando uma certa eroticidade. Esta ereta, como se caminhasse elegantemente,. mantendo uma expressão firme e triste, como se contemplasse o infinito e a vida passada. Olhando-se o tumulo de frente, a sobreposição da escultura e a alegoria de raios do portal, nos dá a sensação que ela está caminhando e que de sua cabeça irradiam os raios formando uma aureola. (Essa deve ter sido a intenção do autor da obra)
LOCAL:Cimetiere de Montmartre ,Paris, France
              Plot: Division 18
Fotos : Maher Fouraytem,  Medora e Alessandra Leahr
Descrição Tumular: Helio Rubiales
PERSONAGEM
DALIDA, nome artístico de Iolanda Christina Gigliotti ,(Cairo, 17 de janeiro de 1933— Paris, 3 de maio de 1987) foi uma cantora egípcia de origem italiana que fez carreira na França alcançando enorme sucesso no mundo todo.
Morreu aos 54 anos de idade.
BIOGRAFIA
De ascendência italiana, de seu nome Yolanda Gigliotti, nasceu no Egipto, onde viria a tornar-se tornar-se rainha de beleza.
Com o título de Miss Egipto na bagagem, parte para Paris em 1955, onde de imediato inicia uma carreira artística que será de sucesso ininterrupto.
Embora tivesse enorme sucesso, a vida privada de Dalida foi marcada por uma seqüência de relacionamentos infelizes. Famoso foi o amor, não correspondido, com o cantor Italiano Luigi Tenco.
Ela vendeu mais de 120 milhões de cópias, ganhou 55 discos de ouro e foi a primeira cantora a receber um disco de diamante.
Tendo-se ligado muito jovem ao director de rádio Lucien Morisse, veio a divorciar-se ao fim de 5 anos de vida em comum.
Lucien Morisse viria a suicidar-se poucos anos depois, no que foi um dos sucessivos acontecimentos trágicos que marcariam a sua vida.
Dalida, entretanto, passados dois anos do seu divórcio, viria a apaixonar-se pelo talentoso, mas perturbado, cantor italiano Luigi Tenco.
Depois de muitos esforços, Dalida convence-o a entrar no certame musical mais famoso de Itália, o Festival de San Remo.
Na noite de 27 de Janeiro de 1967, após a divulgação dos resultados, Tenco não conseguiu aguentar a frustração por a sua canção Ciao Amore, Ciao, não se ter classificado!
Enquanto Dalida e a sua equipe o esperavam num restaurante, ele punha termo à vida no quarto do hotel onde se encontravam hospedados.
Acaba por ser Dalida, poucos minutos depois, a encontrá-lo morto no quarto. Um mês mais tarde será a vez de Dalida tentar o suícidio.
Ela vendeu mais de 120 milhões de cópias, ganhou 55 discos de ouro e foi a primeira cantora a receber um disco de diamante.
MORTE
Suicidou-se em 1987 em função de uma sobredose de barbitúricos, deixando uma nota de suicídio com a seguinte frase:
"A VIDA TORNOU-SE INSUPORTÁVEL...PERDOEM-ME".
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa : HRubiales

Nenhum comentário: