“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

Carregando...

14/04/2009

ALEXANDRE DUMAS (FILHO )- Arte Tumular -201- Cimetière Montmartre, Paris, França









ARTE TUMULAR
Magnífica construção tumular, composta por uma base de granito que sustenta quatro pilares clássicos em granito, que por sua vez sustentam a cobertura em granito marrom com o nome do escritor em baixo relevo e dourado. Acima, formando a cobertura em granito escuro decorado. Na parte interna do mausoléu, deitado sobre a base tumular (tampo)  encontrasse uma escultura em estilo medieval em mármore,  de tamanho natural, representando o escritor, que se apresenta vestindo uma túnica e com as duas mãos  com os dedos entrelaçados.O interessante nesse tumulo é o contraste de cores na pedra dada pelo autor.
LOCAL: Cimetière Montmartre, Paris, França
Fotos: Mademoisele, Phil Haukins, Gary Thelen, David Conway e Mike Reed
Descrição tumular: Helio Rubiales

PERSONAGEM
Alexandre Dumas, filho, (FILS) (Paris, 27 de Julho de 1824 - Marly-le-Roi, 27 de Novembro de 1895) foi filho de Alexandre Dumas, pai, e um escritor francês que seguiu os passos de seu pai tornando-se um conceituado autor de livros e peças de teatro.
Morreu aos 71 anos de idade.
BIOGRAFIA
Alexandre Dumas filho nasceu em Paris, França, filho ilegítimo de Marie-Catherine Labay, uma costureira, e do romancista Alexandre Dumas. Em 1831 seu pai o reconheceu legalmente e assegurou uma boa educação ao jovem Dumas na Instituição Goubaux e no Colégio Bourbon. As leis daquela época permitiram Dumas pai tirar seu filho de sua mãe. A agonia de sua mãe inspirou o filho a escrever sobre personagens trágicos femininos. Em quase todos os seus escritos, ele enfatizou o propósito moral de sua literatura e em sua peça de 1858, "O Filho Natural", ele expôs a teoria de que se alguém traz ilegitimamente um filho ao mundo, então ele tem a obrigação de legitimar seu filho e casar com a mulher.
Adicionalmente ao estigma da ilegitimidade, Dumas filho foi a parte negra, seu avô era descendente de um nobre francês e uma mulher negra haitiana. Nos internatos, Dumas filho era constantemente hostilizado por seus colegas. Esses acontecimentos influenciaram profundamente seus pensamentos, comportamento e obra.
Em 1844 Dumas filho mudou-se para Saint-Germain-en-Laye para viver com seu pai. Lá, ele conheceu Marie Duplessi, uma jovem cortesã que lhe deu a inspiração para o romance La dame aux camélias (A Dama das Camélias), uma das grandes intérpretes dessa obra no teatro foi Sarah Bernhardt. Esse romance é a base para ópera La Traviata de Giuseppe Verdi.
Em 1864, Alexandre Dumas filho casou-se com Nadeja Naryschkine, com quem ele teve uma filha. Após o falecimento dela ele casou-se com Heriette Régnier.
Durante sua vida, Dumas filho escreveu outros doze romances e diversas peças. Em 1867 ele publicou seu semi-autobiográfico romance, "L'affaire Clemenceau", considerado por muitos como uma de suas melhores obras. Em 1874, ele foi admitido na Académie française e em 1894 ele ganhou a Légion d'Honneur.
MORTE
Alexandre Dumas, filho, morreu em Marly-le-Roi, Yvelines, em 27 de Novembro de 1895 e foi enterrado no Cimetière de Montmartre,Paris, França.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales


Nenhum comentário: