“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

31 de mar de 2009

AYATOLLAH RUHOLLAH KHOMEINI- Arte Tumular-185- Behest-e-Zahra Cemetery, Theran, Iran


Interior do túmulo

Minaretes da Mesquita (noite)

Mesquita
ARTE TUMULAR
Túmulo baixo em dois níveis em granito negro com as inscrições do religioso, coberto por um grande véu de tecido. Na parte anterior um quadro com a sua fotografia. O local é escuro, iluminado por uma luminária de cristal com uma tênue luz verde. Todo o conjunto é protegido por uma construção quadriculada de onde é visto o túmulo. A visita dentro é restrita.
LOCAL: Behest-e-Zahra Cemetery, Theran, Iran
Fotos: Czarina (Find A Grave)
Descrição tumular:HRubiales
PERSONAGEM
Ayatollah Ruhollah Khomeini, em persa روح الله موسوی خمینی, Rūḥollāh Mūsavī Khomeynī, (Khomein, 17 de Maio de 1900 — Teerã, 3 de Junhode 1989) foi um aiatolá xiita iraniano e o líder espiritual e político da Revolução Iraniana de 1979 que depôs Mohammad Reza Pahlevi, na altura o Xá do Irã. É considerado o fundador do moderno estado xiita e governou o Irã desde a deposição do Xá até à sua morte em 1989.
Morreu aos 79 anos de idade.
BIOGRAFIA ( resumida)
Nascido Ruhollah Mousavi (em persa روحالله موسوی), recebeu o estatuto de aiatolá (perito em religião/direito) nos anos 50. Em 1964 ele foi para o exílio, após o seu criticismo reiterado do governo do Xá Mohammad Reza Pahlavi,sendo que este governava de forma corrupta e despótica. Ele fugiu para o Iraque, onde permaneceu até ser forçado a sair em 1978, altura em que ele foi para viver para Neauphle-le-Château naFrança. De acordo com Alexandre de Marenches (na altura chefe do "Service de Documentation Extérieure et de Contre-Espionnage", os Serviços secretos franceses), a França teria nesta altura proposto ao Xá um "arranjo de um acidente fatal de Khomeini". O Xá declinou este assassínio, argumentando que isto faria dele um mártir.
Em 16 de Janeiro, o Xá Reza Pahlevi abandona o país; em 10 de Fevereiro de 1979 volta Khomeini do seu exílio na França, dirige a revolução islâmica, deixa sem efeito o regime imperial e proclama a República Islâmica do Irã; devido ao asilo que outorgou os Estados Unidos ao Xá – justificando-se em motivos de saúde – em Novembro se produz a expulsão da embaixada americana em Teerã e a seu pessoal como reféns - um total de 53 –, isto foi utilizado para pressionar e assim liberar recursos iranianos congelados – aproximadamente 23 bilhões de dólares - em contas nos Estados Unidos; em Agosto se anulam acordos de compras de armas aos EUA; a sua vez se interrompe o fornecimento de petróleo para esse país, e em Dezembro se dita uma nova constituição Teocrática. Desta maneira os EUA perdem o seu principal aliado no Golfo Pérsico.
MORTE
Khomeini morreu no hospital, onze dias depois de uma operação feita para tentar parar uma hemorragia interna. Diz-se que uma multidão de mais de um milhão de iranianos reuniu-se à volta do local de enterro, que era suposto não ser conhecido à altura.

Formatação, pesquisa e descrição tumular: HRubiales

Nenhum comentário: