“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

15 de dez de 2008

FRÉDÉRIC CHOPIN - Arte Tumular- 02 -Cimetiére du Père Lachaise, Paris, França

















Escultura de Euterpe


ARTE TUMULAR
Conjunto escultórico composto por uma base tumular retangular em mármore com a imagem do compositor esculpida em relevo dentro de um círculo oval com o seu nome e inscrições gravadas.
Sobre essa base ergue-se em mármore branco a escultura de Euterpe, a doadora de prazeres do grego “eu” (bom bem) e “terpe” (dar prazer), foi uma das nove musas da mitologia grega, filha de Zeus e Mnemósine. Era a musa da música. A musa é representada aqui, sentada com uma lira sob os braços, com corpo e a cabeça ligeiramente curvado para a frente sobre o tumulo do maestro com um intenso sentido da dor e do choro pela grande perda. Ladeando o túmulo, quatro pilares de mármore, com uma tocha esculpida virada par baixo (invertida) representando a morte como uma inversão ao sentido normal da vida. Esses pilares sustentam um gradil de bronze decorado. Que protege o complexo escultórico.
AUTOR: (Eutepe) Auguste Clesinger
veja LOCAL: Cimitiére du Père Lachaise, Divisão 11, Paris, França. GPS-Lat/long:Clique no GPS e veja o tumulo no cemitério:
Fotos:Meijsen.net/grveyart, Hugo_photo
Descrição tumular:HRubiales
PERSONAGEM
Frédéric Chopin (Żelazowa Wola, 1 de Março de 1810 — Paris, 17 de Outubro de1849) foi um pianista polaco e compositor para piano da era romântica.
Morreu aos 39 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Fryderyk Franciszek Chopin ou Szopen (nome em polaco, em francês Frédéric François Chopin (AFI: /ʃɔpɛ̃/) nasceu na aldeia de Żelazowa Wola, Ducado de Varsóvia, filho de mãe polonesa e pai francês-expatriado. Aclamado em sua terra natalcomo uma criança prodígio, aos vinte anos Chopin deixou a Polônia para sempre. EmParis, fez carreira como intérprete, professor e compositor, e adotou a versão francesa dada a seus nomes, Frédéric-François.[carece de fontes] De 1837 a 1847 teve uma relação turbulenta com a escritora francesa George Sand (pseudônimo de Amantine Aurore Lucile Dupin). Sempre com a saúde frágil.
Toda a obra existente de Chopin inclui o piano assumindo algum papel (predominantemente como um instrumento solo), e suas composições são amplamente consideradas como repertório essencial para este instrumento. Na maioria das vezes sua música é tecnicamente exigente, mas seu estilo, no geral, enfatiza mais a nuança e a profundidade expressiva do que o virtuosismo técnico.
Ele inovou com novas formas musicais, como a balada, e introduziu significantes inovações nas formas existentes, como a piano sonata, a valsa, o noturno, o estudo, o improviso e o prelúdio. Alguns citam suas obras como "os principais pilares" do romantismo namúsica erudita do século XIX. Além disso, Chopin mostrou-se nacionalista mesclando sua música com elementos eslavos; hoje suasmazurcas e polonesas são fundamentais para a música clássica nacional polonesa.
MORTE
Em 1848, Chopin deu seu último concerto em Paris, além de visitar a Inglaterra e a Escócia com sua aluna e admiradora Jane Stirling. Eles chegaram a Londres em novembro, e, embora tenha conseguido dar alguns concertos e apresentações de salão.
Ele voltou a Paris, onde em 1849 tornou-se incapaz de ensinar e se apresentar.
Sua irmã, Ludwika, que tinha dado a ele as primeiras lições de piano, cuidou dele em seu apartamento na Praça Vendôme, nº 12. Nas primeiras horas de 17 de outubro Chopin morreu.
Até 2008 acreditou-se que morreu de tuberculose, estudos de Wojciech Cichy, da Faculdade de Medicina da Universidade de Poznan atribuíram a sua morte a uma fibrose quística.
Depois do amanhecer, Clesinger fez sua máscara da morte e os moldes de suas mãos.
Antes do funeral de Chopin, de acordo com seu desejo ao morrer, seu coração foi retirado devido a seu medo de ser enterrado vivo. Ele foi posto por sua irmã em uma urna de cristal selada, com Cognac, destinada a Varsóvia. O coração permanece até hoje lacrado dentro de um pilar da Igreja da Santa Cruz (Kościół Świętego Krzyża) em Krakowskie Przedmieście, debaixo de uma inscrição do Evangelho de Mateus, 6:21: "onde seu tesouro está, estará também seu coração". Curiosamente, seria salvo da destruição de Varsóvia pelos nazis, em 1944, pelo general das SS, Erich von dem Bach-Zelewski.
Chopin havia pedido que o Réquiem de Mozart fosse tocado em seu funeral. Os principais trechos do Réquiem foram compostos para cantoras, mas a Igreja de Madeleine nunca havia permitido cantoras em seu coro. O funeral foi atrasado em quase duas semanas até que a igreja aceitou, contanto que as cantoras ficassem atrás de uma cortina de veludo preto.
O funeral foi realizado em 30 de outubro, onde compareceram cerca de três mil pessoas. Os solistas no Réquiem incluíam o baixo Luigi Lablache, que tinha cantado o mesmo trabalho no funeral de Beethoven e que também tinha cantado no funeral de Vincenzo Bellini. Também foram tocados dois prelúdios de Chopin, o nº4 em mi menor e o nº6 em si menor.
Chopin foi enterrado, de acordo com seu desejo, no Cemitério Père Lachaise. Junto ao túmulo, a Marcha Funeral da Sonata Op. 35 foi tocada, em instrumentação de Napoléon Henri Reber.Depois, alguns de seus amigos poloneses foram a Paris, com um jarro de terra proveniente de sua terra natal, e a espalharam por seu túmulo, para que Chopin se mantivesse em solo polonês.
Formatação e pesquisa:Helio Rubiales
Fonte:pt.wikipedia.org

Nenhum comentário: