“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

16 de dez de 2008

MÁRIO MORENO "CANTINFLAS"- Arte Tumular -13 - Panteón Español Mexico City Distrito Federal, Mexico




Interior da Capela


Placa sobre a porta entrada


Portal


Capela


ARTE TUMULAR
Capela em estilo moderno em formato quadrangular assimétrica em mármores. Envolvendo a capela, três colunas  estilizadas em granito negro, apoiadas nas paredes laterais e o teto de lado a lado. A parte frontal, duas colunas quadradas  e retas, suportam uma cobertura com um grande cruzeiro, também em granito negro. Uma porta de vidro dá acesso a capela. Sobre a porta uma placa de bronze com o nome do artista.No interior um pequeno altar em granito e mármore, encimada por um grande crucifixo de madeira com o Cristo em mármore branco.Dois genuflexórios, um de cada lado caracterizam a capela.

Local: Panteón Español Mexico City Distrito Federal, Mexico
Plot: With ashes of his wife, Valentina Ivanova.
Descrição Tumular: Helio Rubiales


PERSONALIDADE
Cantinflas, o nome artístico de Fortino Mario Alfonso Moreno Reyes, (Cidade do México, 12 de agosto de 1911 — Cidade do México, 20 de abril de 1993) foi um ator e humorista mexicano.
Morreu aos 81 anos de idade.

BIOGRAFIA
Nasceu em uma família muito humilde e tinha 12 irmãos. Teve uma adolescência marcada pela pobreza o que o levou a começar a trabalhar muito cedo, primeiro como engraxate e depois como aprendiz de toureiro, motorista de táxi e pugilista.
A sua vida mudou quando aos vinte anos, trabalhando como empregado em um teatro popular, teve a oportunidade de substituir o apresentador do espetáculo que adoeceu. Ao inverter frases, trocar palavras e abusar do improviso, Cantinflas, conquistou o público hispânico.
As suas origens inspiraram várias personagens, entre eles o famoso "El Peladito". A sua maneira de falar acabou por prejudicar a sua carreira internacional. Dos mais de 40 filmes que fez, a maior parte foi produzida pela sua própria companhia.
Em Hollywood ele teve apenas dois filmes: A Volta ao Mundo em 80 Dias um sucesso de bilheteria e vencedor do Oscar de melhor filme em 1956 e Pepe, um fracasso de público e crítica. A sua carreira durou até a década de 80. A crítica, porém, destaca que os melhores filmes do comediante foram feitos nos anos 40 e na década de 50.
Entre os seus trabalhos mais elogiados deste período estão Os Três Mosqueteiros(1942); O Circo de 1943; 'El Supersabio, O Mágico de 1948; O Bombeiro Atômico de 1950 e Se Eu Fosse Deputado, todos escritos para ele pelo seu amigo Jaime Salvador.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação e pesquisa: Helio Rubiales

:

Nenhum comentário: