“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



INICIE A MUSICA

PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

25 de dez de 2008

GIOACHINO ROSSINI - Arte Tumular - 064 - Basílica de Santa Croce, Florênça, Itália.











ARTE TUMULAR
Em um dos lados do interior da Basílica, ergue-se o monumento erguido para o compositor. Sobre uma base encostado na parede erguem-se duas colunas em formato quadrado, suportando um arco tendo no interior um disco com o busto esculpida  em relevo de Rossini. No terço médio, sobre uma base em mármore  repousa o esquife com o seu nome gravado. Todo o conjunto é contemplado por uma escultura de uma figura feminina, envolvida num manto e as mãos em prece, com a cabeça ligeiramente erguida dirigida à urna.
Local: Basílica de Santa Croce, Florênça, Itália
Autor do monumento: Giuseppe Cassioili
Descrição tumular: Helio Rubiales
Fotos: wikipedia
PERSONAGEM
GIOACHINO ANTONIO ROSSINI (Pésaro, 29 de fevereiro de 1792 — Passy, Paris, 13 de novembro de 1868) foi um compositor erudito italiano, muito popular em seu tempo.
Morreu com 76 anos de idade.

BIOGRAFIA
Criou 39 óperas, assim como diversos trabalhos para música sacra e música de câmara. Entre seus trabalhos mais conhecidos estão Il barbiere di Siviglia ("O Barbeiro de Sevilha"), La Cenerentola ("A Cinderela") e Guillaume Tell ("Guilherme Tell").
Sua primeira esposa morreu em 1845, e em 16 de agosto de 1846, ele casou Olympe Pélissier, que tinha sentado para Vernet por seu retrato de Judith e Holofernes. Rossini distúrbios políticos obrigados a abandonar Bologna, em 1848. Depois de viver durante um tempo em Florença ele se eradicou em Paris em 1855, transformando a sua casa em um centro artístico da sociedade.
MORTE
Ele morreu em sua casa no país Passy na sexta - feira, 13 de novembro de 1868 e foi sepultado no cemitério Père Lachaise, em Paris, França. Em 1887, os seus restos foram transferidos para a Basílica de Santa Cruz, em Florença, onde agora descanso.


Nenhum comentário: